Emoldurar, como fazer molduras para telas e fotografias

Para fazer uma moldura de madeira, necessita de frisos de madeira, vidro, a não ser que a moldura seja para uma pintura a óleo, e um cartão grosso para o forro. Também irá precisar de pregos de vidraceiro ou grampos giratórios, fita adesiva para fixar o cartão do forro, pitões para prender a corda ou o arame do quadro, pregos de embutir (preguinhos para madeira) e cola.

Como escolher os materiais

Compre, tal como faz para madeira comum, um friso já pronto para molduras numa loja de materiais de construção ou mesmo num fabricante de molduras. É preferível comprar logo o comprimento total para fazer toda a moldura, pois é difícil ajustar os cantos cortados de peças diferentes. O comprimento deve ser igual ao comprimento total das orlas exteriores da moldura, mais 5 cm para desperdício se quiser fazer uma moldura que se ajuste a um vidro já cortado, o friso deve ter o comprimento total dos lados do vidro, mais oito vezes a largura do friso (menos o rebordo). Acrescente 1-2 mm a cada lado para a folga entre o vidro e a moldura. Certifique-se de que entre o rebordo e a face do bite existe altura suficiente para conter a espessura do vidro, do passe-partout, do cartão e dos pregos sem cabeça.

Utilize chapa de vidro de 2 mm para quadros até 50 cm de comprimento e de 3 mm para maiores. Para o forro utilize cartão de 3 mm de espessura ou contraplacado de 6 mm para molduras com cerca de 1 m de comprido ou mais. Corte o cartão ou o contraplacado com a mesma medida do vidro.

Como fazer a moldura

Meça rigorosamente o comprimento fora a fora, mais 1-2 mm para a folga do vidro em cada lado, e marque esta medida na parte de trás do friso. Utilize um esquadro para fazer os ângulos rectos. Corte cada lado da moldura de forma a obter uma junção à meia-esquadria nas extremidades.

Una os cantos cortados em meia-esquadria com cola, mantendo-os unidos com um grampo até a cola secar. Utilize quer um grampo para molduras, quer o sistema de corda e madeira, para unir um canto de cada vez; ou utilize uma corda com torniquete para apertar simultaneamente todas as junções coladas. Quando apertar toda a moldura, verifique se ficou em esquadria medindo as diagonais, que deverão ter o mesmo comprimento.

Se decidir utilizar também pregos como reforço, utilize pequenos pregos sem cabeça (próprios para frisos) para molduras pequenas. Utilize dois em cada junção, metidos de lado e colocados na parte mais espessa da moldura.

Quando a cola tiver secado, afague as junções com lixa, se for necessário, e pinte ou aplique um acabamento.

Como reunir as peças da moldura

Limpe o vidro com álcool e um pano sem pelo e verifique se está completamente limpo e seco antes de o colocar na moldura. Vire a moldura ao contrário e coloque o vidro sobre o rebordo. Coloque o quadro com o passe-partout sobre o vidro e aplique o cartão do forro por cima.

Enquanto fixa os pregos ao longo de cada lado, prenda a moldura a um pedaço de madeira com um grampo. Pregue-os dentro da espessura da moldura junto do rebordo, rentes ao cartão do forro. Se utilizar grampos giratórios, fixe-os junto dos cantos e ao meio de cada um dos lados.

Remate a beira da moldura e o cartão do forro com fita adesiva ligeiramente afastada da orla da moldura. Fixe os pitões no centro de cada lado da moldura. Coloque-os a cerca de um terço do comprimento a partir do topo. Faça primeiro pequenos furos com uma verruma antes de os a parafusar, a fim de não rachar a madeira.

moldura

 


13 comentários

  1. Anónimo 29 de Outubro de 2010
  2. Carlos Carona 25 de Novembro de 2010
  3. virginia barreto 26 de Dezembro de 2010
  4. MARIANA 14 de Fevereiro de 2011
    • Ana 18 de Outubro de 2012
  5. crispiniano miguel 17 de Julho de 2011
  6. Bianca Oliveira 20 de Março de 2012
  7. Elizabeth Bolzan 31 de Maio de 2012
  8. Adilson Fratucci 14 de Setembro de 2012
  9. Felipe Capella 12 de Outubro de 2012
  10. Kátia Flávia Augusto 19 de Outubro de 2012
  11. Dinn Batista 4 de Fevereiro de 2014
  12. norma maria da silva 6 de Outubro de 2014

Adicionar Comentário