Como é que os cibercriminosos roubam os dados da sua conta bancária

Socorro, roubaram os meus dados bancários na Internet!

O risco é já uma realidade: todos os dias são detectadas mais de 5000 páginas web comprometidas, mais de 1400 novas amostras de malware bancário e 230 novos keyloggers

Hoje em dia, os dados de acesso à banca online ou dos nossos cartões de crédito são os mais desejados pelos cibercriminosos, que tentam de todas as formas deitar-lhes a mão para, assim, obter rendimentos. É, por isso, fundamental que os utilizadores protejam todos os seus dados na Internet para evitar tornarem-se vítimas do cibercrime e ficar com as finanças a zero.

roubaram dados bancários internet

Mas como conseguem os cibercriminosos aceder a esta informação?

Existem várias fórmulas:

  • o utilizador introduz dados em páginas web falsas. De facto, 70% dos emails infectados destinam-se especificamente ao roubo de dinheiro
  • ligação não segura. O Wi-Fi gratuito é potencialmente o tipo de ligação mais perigoso.
  • Outra das fórmulas é aceder a um site legítimo mas que está comprometido. Todos os dias são detectados mais de 5000 páginas Web comprometidas.
  • Utilizando um equipamento infectado. Os programas maliciosos podem redireccionar o utilizador para websites de phishing, roubar-lhe passwords e números de cartões de crédito do disco rígido ou interceptar a informação que possa trocar com o banco. Todos os dias são detectadas mais de 1400 novas amostras de malware bancário.
  • Interceptando as teclas que o utilizador pressiona no seu teclado ao introduzir informação confidencial, como passwords ou PINs. Todos os dias se descobrem 230 novos programas keylogger.

Alguns conselhos básicos aos utilizadores para protegerem os seus dados financeiros e prevenirem potenciais ataques

  • Instalar no equipamento uma solução de segurança actualizada e que inclua protecção especial para pagamentos seguros.
  • Navegar em websites de confiança e sob uma ligação igualmente fiável.
  • Utilizar um teclado virtual ou seguro que seja capaz de evitar que as passwords sejam interceptadas por um keylogger.

2 comentários

  1. Michel Artur Ugo 28 de Setembro de 2012
  2. Jose Silva 14 de Dezembro de 2012

Adicionar Comentário