Planta Medicinal MARAPUAMA

NOME BOTÂNICO MARAPUAMA: Ptychopetalum Olacoides

PARTE MARAPUAMA UTILIZADA: Raiz

AÇÃO – INDICAÇÃO – PROPRIEDADE

Reumatismo, nevralgias, paralisias parciais, astenias, dispepsia,
esgotamento, depressão nervosa. Sua principal indicação é nas doenças do sistema
nervoso, sendo eficaz na ataxia locomotora e na impotência sexual.

Verificou-se nos extratos alcoólicos e hídroalcoólicos um bloqueio nos
tremores induzidos por harmalina e eserina; e catatonia, induzida por
perfenazina.

Verificou-se ainda que os extratos reverteram o quadro de hiperatividade
induzida por reserpina. Por promover uma ativação da digestão, é indicado em
casos de inapetência, dispepsia e atonia gástrica.

 

DOSAGEM / MODO DE USAR Uso interno MARAPUAMA

Infuso e decocto: 20 g para 1 litro de água: 50 a 200 ml diários.
Pó: até 2 g diárias com doses unitárias máximas de 0,5 g.
Extrato seco (Farm. Bras.): Até 0,2g em doses 0,05 g.
Extrato fluido em álcool 60%: até 2 ml em doses de 0,5 m1.
Tintura: até 10 ml com doses unitárias máximas de 2,5 ml.

Uso externo MARAPUAMA

Tintura: em fricções locais nas dores reumáticas.
Decocto: banhos 50 a 60 g da raiz triturada para cada litro de água.

 

muirapuama


One Response

  1. FValmir Valmir 19 de Fevereiro de 2012

Adicionar Comentário