O que fazer em caso de tremor de terra

Os sismos são fenómenos naturais fre­quentes em Portugal, embora na sua grande maioria não sejam sentidos pelo homem. Ao longo da sua história, há notícias de alguns sismos catastróficos que afectaram o nosso país. Os sismos têm a sua origem normalmente em zonas onde a crusta terrestre está fractu­rada (falhas), podendo as vibrações por eles produzidas durar desde poucos segundos até alguns minutos; após o primeiro abalo, acontecem espaçada­mente outros mais fracos (réplicas).

Saiba que muitos acidentes pessoais e prejuízos poderão ser evitados se esti­ver informado do modo como actuar antes, durante e após um tremor de terra.

Medidas de segurança. Prepare a sua casa de forma a facilitar os movimen­tos em caso de sismo, libertando os cor­redores e arrumando os móveis, brin­quedos, etc. Coloque os objectos pesa­dos ou de grande volume no chão ou nas estantes mais baixas. Fixe à parede as estantes e as botijas de gás, os va­sos e as floreiras. Estude os locais de maior protecção, distribuindo por eles os seus familiares. Oriente as crianças e responsabilize os adultos pela segu­rança de cada um. Ensine todos os membros da família a desligarem a elec­tricidade c a cortarem a água e o gás. Tenha à mão uma lanterna eléctrica e um transistor e pilhas de reserva para ambos, bem como um extintor e um estojo de primeiros socorros. Armazene água em recipientes de plástico fecha­dos e alimentos enlatados para dois ou três dias. Renove-os de tempos a tem­pos.

Uma vez tomadas estas precauções, procure ler algo sobre sismos e os seus efeitos, fale do assunto de forma tran­quila e serena e pense, de vez em quando, no que deve fazer durante um tremor de terra, caso se encontre em casa ou na rua.

Como actuar se estiver em casa. Se

estiver em casa, não corra para a rua. As saídas e as escadas poderão estar obs­truídas. Nunca utilize os elevadores. Tenha cuidado com a queda de objec­tos, candeeiros ou móveis e proteja-se no vão de uma porta interior, canto de uma sala ou debaixo de uma mesa ou mesmo de uma cama. Mantenha-se afas­tado das janelas, espelhos e chaminés. Vá contando alto e devagar até 50. Isso ajuda a descontrair.

Como actuar se estiver na rua. Se

estiver na rua e sentir a terra tremer, dirija-se para um local aberto com calma e serenidade. Não corra nem ande a vaguear pelas ruas. Enquanto durar o sismo, não vá para casa. Mantenha-se afastado dos edifícios, sobretudo dos velhos, altos e isolados, e dos postes de electricidade. Afaste-se dos muros ou de taludes que possam desabar.

Como actuar se estiver num auto­móvel. É possível que o seu automóvel se desvie da estrada durante um sismo. Pare o mais rapidamente possível, mas longe de edifícios, muros, taludes, pos­tes e cabos de alta tensão. Permaneça dentro do automóvel e acalme-se. Lembre-se de que lá fora pode ser atin­gido por escombros ou fios eléctricos. Continue parado, mesmo depois de tudo ter acalmado: os veículos de emer­gência podem necessitar das estradas e ruas desimpedidas. Se decidir abando­nar o automóvel, deixe lá dentro as cha­ves e não tranque as portas, pois poderá ter de ser removido.

Como actuar se estiver num local público. Se se encontrar num cinema ou noutro local com muita gente, não corra para as saídas. Lembre-se de que o pânico é o maior risco imediato após um sismo.

O que fazer nos primeiros minutos após um tremor de terra

  • Mantenha a calma.
  • Não se precipite para a escada ou para saídas.
  • Conte com uma possível réplica.
  • Não fume e nem acenda fósforos nem o isqueiro. Não ligue os interrupto­res. Pode haver fugas de gás ou curtos–circuitos. Utilize a lanterna eléctrica.
  • Corte a água e o gás; desligue a elec­tricidade.
  • Calce sapatos e proteja a cabeça e a cara com um casaco, uma manta, um capacete ou um objecto resistente e prepare agasalhos se o tempo o aconse­lhar.
  • Verifique se há incêndios, ‘lente apagá-los. Se o não conseguir, avise os bombeiros.
  • Verifique se há feridos e preste-lhes os primeiros socorros se necessário. Se há feridos graves, não os remova, a menos que corram perigo.
  • Limpe urgentemente os produtos inflamáveis que se tenham derramado (álcool, tintas, etc).
  • Se puder, solte os animais domésti­cos. Eles tratarão de si próprios.
  • Afaste-se das praias c das margens baixas dos rios. Pode ocorrer uma onda gigante (tsunami).
  • Ligue o transistor e cumpra as reco­mendações que ouvir pela rádio.

O que fazer nas horas seguintes

  • Mantenha a calma e cumpra as ins­truções que a rádio difundir. Esteja pre­parado para outros abalos (réplicas) que costumam suceder-se ao sismo princi-pal.
  • Se encontrar feridos graves, chame as equipas de socorro para promover a sua evacuação.
  • Se houver pessoas soterradas, informe as equipas de salvamento. Entretanto, se for capaz, sem perigo, de as começar a libertar, tente fazê-lo reti­rando os escombros um a um, come­çando por cima. Não se precipite, não agrave a situação dos feridos ou a sua própria.
  • Se a sua casa ficar muito danificada, terá de a abandonar. Reúna alimentos, água c medicamentos vulgares e espe­ciais (cardíacos, diabéticos, etc). Caso contrário, fique em casa, acate as instru­ções da rádio e procure acalmar as crianças e pessoas de idade.

Adicionar Comentário