Como tomar as vitaminas necessárias

As vitaminas fazem parte dos cinco gru­pos básicos de nutrientes que o orga­nismo necessita — hidratos de carbono, proteínas, gorduras, vitaminas e mine­rais. O único alimento que fornece nas devidas proporções todos os nutrientes necessários à saúde é o leite materno — o qual. porém, só é apropriado para as crianças até aos 3-4 meses de idade. Todos os restantes grupos etários neces­sitam de ingerir alimentos variados. Quanto mais variada for a alimentação, maiores probabilidades terá de conter todos os nutrientes.

É actualmente do conhecimento geral que a cegueira nocturna constitui um tios primeiros sintomas de deficiência de vitamina A e que o fígado é uma fonte especialmente rica nesta vitamina.

O raquitismo (doença óssea infantil) deve-se a uma deficiência de vitamina D. O óleo de fígado de bacalhau, rico nesta vitamina, era utilizado no trata­mento desta doença cerca de 100 anos antes da descoberta das vitaminas. Hoje em dia, o sol, indirectamente, e a pró­pria vitamina D são as armas terapêuti­cas.

Há quem partilhe da crença, errónea, de que se é tanto mais saudável quanto maiores são as quantidades de vitami­nas ingeridas: esta noção não corres­ponde à verdade. Uma vez absorvida a quantidade de vitaminas suficiente para satisfazer as necessidades do organismo, a ingestão de qualquer quantidade suplementar não surte efeito. Efectiva­mente, quantidades superiores às neces­sárias de vitamina A e D são armazena­das no organismo para posterior utilização, sendo o consumo exagerado de qualquer delas prejudicial, mas quantidades superiores às necessárias de vitamina C e B2 são simplesmente eliminadas através ela urina.

Afirma-se frequentemente que a ingestão de doses consideráveis de vita­mina C evita ou cura as constipações. Não obstante a grande publicidade de que esta afirmação foi objecto, ainda não foi comprovada.

As circunstâncias em que a ingestão de um suplemento vitamínico se revela útil são após uma doença ou durante uma dieta de emagrecimento rigorosa. Esse suplemento é fornecido sob a for­ma de comprimidos multivitamínicos.

As vitaminas sintéticas são tão efica­zes como as vitaminas naturais, Quimi­camente, são ambas idênticas.

ATENÇÃO. Não deixe as cápsulas de vitaminas ao alcance das crianças. As doses excessivas de vitaminas podem ser perigosas.

O guia das vitaminas Vitamina A. Alimentos ricos: fígado, espinafres, cenouras, tomates, pêssegos, margarina, manteiga, frutos e legumes amarelos e cor de laranja, legumes verde-escuros, ovos. queijo, leite.

B, (tiamina). Carne de porco, fígado, presunto, bacon, batatas, pão. cereais para pequeno-almoço. leguminosas secas, frutos secos, legumes, leite.

B2 (riboflavina). Fígado, carne, leite, queijo, ovos.

B (niacina). Fígado, carne. pão. frango, leguminosas secas, cereais para pequeno–almoço.

B (ácido fólico). Fígado, legumes ver­des de folha, ervilhas, laranjas, cereais para pequeno-almoço, pão integral.

B (biotina). Fígado, carne de porco, rins. frutos secos, lentilhas, cereais para pequeno-almoço, couve-flor.

B (ácido pantoténico). Fígado, rins. ovos, amendoins, cogumelos, espina­fres, queijo, peras.

B,j (piridoxina). Fígado, cereais para pequeno-almoço. leguminosas secas, criação.

B|2 (cobalamina). Carne, leite, queijo, ovos.

C (ácido ascórbico). Citrinos, bagas frescas, legumes verdes ele folha, morangos, tomates, bananas, batatas.

D.   Leite magro, peixes gordos, marga-
rina, ovos. manteiga, luz. solar.

e.   Óleos vegetais, frutos secos, ovos,
manteiga, cereais integrais, legumes ver-
des de folha.

k. Legumes verdes de folha.

Para fazer um painel de vitral, precisa de duas cópias do desenho, uma inleira e outra para recortar; de vidro colorido e de uma caneta para desenhar em vidro; de uma régua, um corta-vidros e um alicate para cortar o vidro, e de folha de cobre, fita adesiva, solda e um ferro de soldar.


Adicionar Comentário