Como funcionam as sanitas químicas

As sanitas químicas são apetrechos de grande utilidade para quem acampa em locais com deficiente equipamento sani­tário. Encontram-se à venda no mer­cado sanitas de fabrico nacional e importadas, mais sofisticadas e também mais dispendiosas.

O modelo mais simples compõe-se de um contentor com assento e uma tampa. Os detritos, depois de neutrali­zados com um produto químico apro­priado, devem ser vazados em fossas,

O modelo mais sofisticado é composto por dois reservatórios. Está equi­pado com um sistema de descarga que conduz os detritos até ao reservatório inferior, ao mesmo tempo que, graças a um produto químico previamente diluído na água, desinfecta e desodo­riza o reservatório superior. Este modelo pode ser desmontado, o que permite uma limpeza cuidadosa de cada peça.

Produtos químicos. Se adquirir uma sanita química, deve munir-se igual­mente de produtos químicos, em pó ou líquidos, destinados a esterilizar, neutra­lizar e desinfectar os detritos, conser­vando a sanita limpa e sem germes, Peça ao seu fornecedor indicação sobre o tipo de produto mais adequado.

Manutenção. As sanitas portáteis devem limpar-se com um produto de limpeza próprio para plásticos, suave e não abrasivo — v. limpeza com produ­tos caseiros. Antes de guardar uma sanita química, lave o reservatório infe­rior com uma solução de l chávena de lixívia para 4,5 1 de água. Pode também utilizar um produto de limpeza reco­mendado pelo seu fornecedor.


Adicionar Comentário