Como fiar manualmente a lã com um fuso simples

A técnica básica da fiação manual mantém-se quase inalterada desde há alguns milhares de anos. Tudo o que é necessário é um fuso e uma porção de lã, que pode adquirir numa loja de material de artesanato. A lã tanto se vende sob a forma de lã em bruto (ao natural), como já lavada c cardada. A lã em bruto deve ser desembaraçada e cardada antes de fiada. Precisa para este efeito de duas cardas — uma espécie de pás de madeira com dentes metálicos , que pode também encontrar numa casa de material para trabalhos de artesanato.

Como fiar

Pegue num fio de lã já cardada e ate-o ao fuso, acima do contrapeso deste, como se vê na figura. Enrole o fio ao cabo do fuso, abaixo do contrapeso, e depois leve-o até acima e prenda-o com um nó ao entalhe do topo do fuso.

Corte o fio a cerca de 25 cm do entalhe e desfie as pontas. Pegue nas pontas desfiadas e numa ponta do rolo entre os dedos e o polegar da sua mão esquerda. Deixe pender o fuso e depois faça-o girar com a mão direita, de forma que as fibras e o fio sejam torcidos uniformemente até à sua mão esquerda.

Com a mão direita, puxe cuidadosamente mais algumas fibras do rolo e faça girar novamente o fuso até que as fibras fiquem torcidas com regularidade. Repita este puxar e fiar de fibras com movimentos sempre iguais e até que a lã fiada seja tão comprida que o fuso toque no chão.

Solte a lã fiada do entalhe e da parte de baixo do fuso. Enrole o fio em volta do cabo do fuso, formando um cone. Prenda outro tipo de lã cardada ao entalhe e recomece o processo. O fio de lã assim fiado é designado pelo nome de fio simples.

Como torcer o fio

Para que o fio possa ser utilizado em tecelagem, torcem-se dois fios simples. Colocam-se dois cones de fio simples num recipiente assente no chão para que os cones não rebolem e o fio se desenrole facilmente.

Prenda as pontas dos dois fios ao fuso e faça-o girar como se estivesse a fiar, mas na direcção contrária.

Quando todo o fio estiver torcido, dobe-o numa meada em cavilhas colocadas a uma distância de 45 cm uma da outra ou nas costas de uma cadeira. Ate as pontas da meada e depois dobe a lã, fazendo vários oitos para que não fique embaraçada.

Lavagem

Lave a meada de lã em água morna com pouco sabão. Esprema suavemente. Passe várias vezes por água limpa. Ponha a secar ao ar livre, mas à sombra, pendurada num poste. Mude a posição da meada no poste até a lã secar completamente. Enrole num novelo para a tecelagem.


25 comentários

  1. Pamela Amparo 5 de Março de 2012
    • elvismorais 14 de Junho de 2012
    • luana cristina 17 de Outubro de 2012
  2. Naide da Silva 27 de Maio de 2012
  3. naide da silva 27 de Maio de 2012
  4. naide da silva 27 de Maio de 2012
    • lorena 3 de Janeiro de 2013
    • jauri reinert 5 de Março de 2013
      • jauri reinert 5 de Março de 2013
  5. Fatima Cristina 8 de Junho de 2012
  6. odeio o fecebook 8 de Junho de 2012
  7. elvismorais 14 de Junho de 2012
  8. selma 23 de Julho de 2012
  9. Fabio Henrique Nogueira 25 de Agosto de 2012
  10. Cicero Roberio 11 de Setembro de 2012
    • marta 31 de Outubro de 2013
  11. Elson Oliveira 3 de Outubro de 2012
  12. elson 3 de Outubro de 2012
  13. Vanderli Coneglian 17 de Outubro de 2012
  14. venancio norberto 27 de Novembro de 2012
  15. rithielen 26 de Dezembro de 2012
  16. Léia 25 de Fevereiro de 2013
    • claudiono 27 de Fevereiro de 2013
  17. Queliane 19 de Abril de 2013
  18. camila 15 de Junho de 2013

Adicionar Comentário