Como fazer Marchetaria

A marchetaria é a arte de fazer desenhos ou quadros embutindo folhas de madeira finas de diversos matizes e texturas, madrepérola, metal, marfim, osso ou tartaruga. Se nunca trabalhou em marchetaria, comece por usar madeira.

Não são muitas as ferramentas necessárias, mas, em contra-partida, é essencial uma mão firme e muita paciência. Use facas de lâminas bem afiadas, utilizando, sempre que necessário, uma pedra de afiar. Em alternativa, adquira um xizato, cujas lâminas estão divididas em secções que se podem cortar quando ficam rombas.

Para o seu primeiro trabalho, faça um quadro com um desenho simples, sem muitos detalhes, e que não exija cortes complicados ou de grande rigor. Utilize um desenho seu ou escolha um num estabelecimento que venda material para marchetaria. Como modelo de desenho, escolha um objecto de madeira, ou que possa ser feito de madeira, para ter uma referência quanto às cores e matizes. Escolha a lamina de folheado-base sobre a qual irá lazer o embutido com as dimensões finais do quadro e os folheados matizados que vai recortar. Limite-se, para começar, a quatro ou cinco matizes.

Se o desenho estiver à escala pretendida, transfira-o para o folheado-base com papel químico. Caso contrário, desenhe-o primeiro em papel milimétrico ou quadriculado, divida o folheado-base numa quadrícula e passe o desenho do papel para o folheado, quadrado por quadrado, com as medidas finais. Deixe à volta da área desenhada uma margem para aparar.

O método mais simples de fazer os embutidos é o seguinte:

Corte o desenho no folheado base com a faca ou o xizato e retire o pedaço cortado. Recorte o folheado para embutir com o mesmo feitio. Com uma tira de folheado a servir de pincel, aplique cola PVA nas arestas do recorte. Preencha a área cortada do folheado-base com este recorte bem encaixado e segure-o com fita adesiva, aplicada pela parte de trás do folheado-base. Deixe a cola secar antes de retirar a fita adesiva. Remova também o papel autocolante, humedecendo-o, se necessário, para não danificar a superfície do folheado.

O trabalho de marchetaria exige método e cuidado. Comece num canto do desenho, cortando e embutindo um pedaço de cada vez para não acumular as eventuais imprecisões dos recortes.

Não se preocupe com as irregularidades à superfície do quadro. A utilização de lixa no final do trabalho regulariza todas as imperfeições.

Depois de completo o embutido, prepare a placa onde vai montar o quadro. Escolha CONTRAPLACADO ou painel de fibras com uma espessura mínima de 1,5 cm, para não empenar, e com dimensões adequadas para conter o quadro e uma cercadura de 2,5-3 cm de largura. Cubra a parte de trás e as arestas da placa com folheado a condizer com o folheado-base do quadro. Utilizando um esquadro universal para alinhar os vértices da placa e do quadro, corte tiras de folheado para a cercadura com junções à meia-esquadria. Cole as tiras da cercadura com cola PVA e segure com fita adesiva até que aquela esteja seca.

Seguidamente, aplique cola de contacto nas costas do quadro e na parte da frente do contraplacado. Quando não sentir a cola pegajosa ao tacto, coloque o quadro sobre o contraplacado cuidadosamente, exercendo pressão. Passe com um rolo ou uma escova de alisar do centro para as bordas para assegurar uma colagem perfeita. Cubra o quadro com uma placa ou cartão e ponha um peso por cima. Espere 24 horas antes de retirar o peso e o cartão.

Deixe passar uma semana para permitir que os folheados sofram os processos naturais de retracção. Em seguida, com um bloco de lixar alise o quadro. Comece com lixa de grão médio, passando em seguida com lixa de grão cada vez mais fino até a superfície estar completamente lisa.

Aplique cera de polir tradicional ou, se quiser um acabamento mais requintado, envernize com boneca.

 

marchetaria


Adicionar Comentário