Como contratar programadores terceirizados

Sites como Elance.com, Guru.com, workana.com e nearjob.com.br permitem muitas vezes que os trabalhadores criem perfis para trabalhos de web design e software. Normalmente, você pode usar esses sites para encontrar programadores excepcionais a preços razoáveis.

As mesmas condições que se aplicam a encontrar um bom escritor nesses sites, veja aqui como contratar bons escritores, se aplicam a encontrar um bom programador ou designer. Existem algumas diferenças chave e considerações contratuais que você deve ter em mente antes de contratar alguém como programador web.

Como Escolher o Melhor Programador

Como você sabe quem é o melhor programador no meio de outros programadores? Quando estiver procurando por um trabalhador autônomo a quem terceirizar trabalhos, você pode achar que perde mais tempo encontrando alguém competente do que fazendo outra coisa. É importante que você reveja o processo de busca de forma estratégica.

Se você usar uma plataforma de trabalho como Elance.com para encontrar trabalhadores competentes, você deve perder algum tempo pesquisando o perfil do vendedor. Você pode normalmente encontrar escritores da melhor qualidade nas primeiras páginas. Muitas plataformas de trabalho também permitem que você pesquise por critérios específicos para que sejam apresentados apenas os programadores com as competências específicas que você está buscando.

Que outras formas existem de encontrar o melhor programador? Um bom programador irá:
Dar a você referências de reputação. Ter um portfólio do material que você pode verificar que ele criou. Responder a todas as questões que você tiver de forma completa e honesta e Resumir de forma competente as suas competências e habilidades.

terceirização

Sigilos e Contratos – Protegendo Seu Software E Codificação

Quando você estiver contratando trabalhadores autônomos é importante que você proteja o trabalho que eles te derem. Afinal de contas, você não quer alguém usando o trabalho criado para você disponível para outra pessoa e sendo pago por isso como se alguém não o estivesse usando.

As mesmas regras que se aplicam à escrita frequentemente se aplicam à programação. Uma forma de você proteger seu trabalho é através de acordos de sigilo.

Muitos se referem a um sigilo como um “NDA”. Em outros tempos as organizações se referiam a esses documentos como acordos confidenciais ou de privacidade. Um NDA ou acordo de privacidade é um contrato que você deve ser assinado pelas segundas ou terceiras partes (trabalhadores) que estejam trabalhando para você. Esse acordo ajuda a proteger a natureza confidencial de qualquer trabalho que eles estejam fazendo para você, ou qualquer informação de propriedade à qual eles tenham acesso enquanto trabalham para seu negócio.

Acordos de sigilo são comuns na indústria de alta tecnologia ou BizTech, especialmente agora que os donos de negócios estão confiando cada vez mais na internet e noutras modernas inovações tecnológicas para conduzir os negócios. Qualquer um pode assinar um acordo de sigilo, incluindo funcionários, conhecidos ou fornecedores e vendedores que um proprietário de negócio encontre.

Um NDA é uma boa ideia se você tem um segredo comercial que você quer proteger ou informação que pode te dar alguma vantagem que sua concorrência não tenha já ou da qual ela não tenha tirado proveito. Nesse caso um NDA é recomendado. Qualquer um que viole o acordo pode ser sujeito a duras penalizações.

Que exemplos existem de situações em que você pode usar um acordo de sigilo? Quando estiver terceirizando tarefas como programação para trabalhadores autônomos você deve se certificar de que eles sabem que a lei impõe o dever deles de manter sua informação secreta. Você pode usar um NDA se você tiver alguém trabalhando em um novo web design para sua empresa ou trabalhando no upload de informações confidenciais e programas relacionados a seu programa de marketing ou seu negócio.

Essas formas de acordos devem proteger você de tudo que seja informação protegida com a qual um programador possa trabalhar.

Um benefício de ter um acordo de confidencialidade é que isso ajuda a construir mais relações de confiança entre funcionários e trabalhadores autônomos. Você pode ter um acordo verbal com os funcionários mas é muito mais fácil aplicar algo escrito.

terceirização1

As NDAs também ajudam a proteger segredos comerciais incluindo designs de programação e ideias que podem ser vitais para o sucesso e a lucratividade do seu negócio a longo prazo. Que bons exemplos existem de declarações ou secções a incluir num acordo de confidencialidade para assegurar a segurança de sua programação e outros segredos comerciais? Eis alguns exemplos de informação que você pode querer incluir em seu acordo:

  • Definição de toda a informação que você quer que o trabalhador autônomo, fornecedor ou vendedor mantenha confidencial.
  • Qualquer informação que não esteja incluída como parte do acordo de confidencialidade (pode existir informação da qual uma terceira parte tenha conhecimento que não tem que ser mantida confidencial).
  • Todos os deveres que o trabalhador autônomo ou fornecedor tenha em relação à escrita, programação ou outros serviços contratados que elem pensem em fornecer a você.
  • O tempo pelo qual o acordo de confidencialidade vigora. (Algumas empresas criam acordos de confidencialidade vitalícios, enquanto outras estipulam que o trabalhador não pode partilhar informação sobre o trabalho que está fazendo por um curto período de tempo, muitas vezes entre um e cinco anos).
  • Quaisquer proibições sobre o trabalhador ou fornecedor trabalharem em projetos similares ou diferentes.

Algumas empresas permitem que um trabalhador autônomo trabalhe em projetos separados desde que eles não se relacionam de forma alguma com o projeto principal do dono do negócio.

É importante, quando você criar seu acordo de confidencialidade, que você estabeleça em termos claros que informação deve ser mantida em sigilo. Exemplos de informações que as empresas frequentemente querem proteger incluem:

  • Informações proprietárias, tais como código de programação.
  • Informações sobre material de software usado pela empresa.
  • Informações sobre ideias ou princípios e processos que a empresa use para alcançar o sucesso.
  • Informações contidas em manuais ou políticas da empresa e
  • Informações de contabilidade ou financeira sobre a empresa.

Se você optar por terceirizar funções de escrita ou programação mas não tem certeza de como escrever um acordo de confidencialidade ou sigilo, saiba que felizmente existem muitos locais onde você pode procurar aconselhamento e exemplos.


Adicionar Comentário