Como investir na Bolsa de Valores e garantir uma boa aposentadoria

O ciclo quase que natural da vida consiste em crescer, educar-se e adquirir formação, trabalhar, trabalhar e trabalhar mais um pouco para, na velhice, gozar de uma boa aposentadoria. Passar a vida inteira trabalhando para só poder voltar a aproveitar a vida despreocupadamente na terceira idade nos parece um tanto quanto melancólico, e dependendo do tipo de previdência adotada, a chance de a pessoa passar seus dias na “melhor idade” com uma “mixaria” são grandes.

Poucas pessoas têm acesso a informações relevantes sobre formas rentáveis de investimento no Brasil. Neste artigo, iremos abordar um meio de investimento que pode trazer ótimos retornos a longo prazo e garantir uma gorda aposentadoria, mas uma forma de investimento que assusta a muitos: a Bolsa de Valores.

A BOVESPA, Bolsa de Valores de São Paulo (Fonte: diariodocentrodomundo.com.br)

bovespa

Como funciona a Bolsa de Valores?

No Brasil, existe a Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), onde as empresas negociam suas ações. Uma ação nada mais é do que a menor parte do capital de uma empresa – é o menor pedaço disponível dessa empresa, negociado a um certo valor. Assim, se você adquirir uma ação, uma única ação de um grande banco, como o Itaú, por exemplo, você estará se tornando sócia dessa empresa.

Para operar na Bolsa, é necessário se cadastrar em uma corretora. A maioria não cobra nada pelo cadastro, mas todas cobram determinadas taxas para realizar operações (taxa de corretagem) e para cuidar das suas ações (taxa de custódia) – mas não se assuste, não são taxas tão relevantes assim.

Parece interessante. Como eu compro uma ação e como eu obtenho lucro?

Para comprar uma ação, basta utilizar a interface disponibilizada pela corretora para acompanhar o pregão – onde outras pessoas como você estão comprando e vendendo ações a todo o tempo – para iniciar suas negociações na Bolsa.

Investindo individualmente em ações, você pode ganhar dinheiro de duas formas: com a variação do preço dessas ações ou recebendo dividendos das empresas.

Dividendo é a parcela obrigatória de lucro que a empresa tem de distribuir aos seus acionistas. Cada empresa tem a sua própria rotina de distribuição de dividendos, que variam em tempo (trimestral, semestral, anual) e de porcentagem (algumas distribuem uma parcela maior do lucro; outras, menos).

Assim, quanto mais ações de uma empresa você tiver, mais dividendos irá receber. E se você for sócio de boas empresas, com boa geração de lucro e baixa possibilidade de quebra, você estará adquirindo ações constantemente, que continuarão lhe rendendo dividendos mesmo depois de aposentado! Essa é uma ótima alternativa às previdências que pagam uma parcela do salário obtido durante a vida laboral.

Ganhar dinheiro na Bolsa através da variação dos preços, no entanto, só se mostra rentável a curto prazo e requer uma grande quantidade de capital envolvido. A matemática é simples: se você compra a ação por um preço baixo quando ninguém quer comprá-la (quando ela está em baixa) e vende por um preço maior quando todos querem compra-la (quando ela está em alta), você obtém lucro.


Adicionar Comentário