Como jogar Badminton – Regras do Badminton

O badminton é um jogo de bola e raqueta em que a «bola» é uma semi-esfera de cortiça guarnecida de penas a que se dá o nome de volante. Jogo rápido e violento quando bem jogado, o badminton era praticado pelos oficiais ingleses na índia na década de 1860 e deve o seu nome à propriedade do duque de Beaufort nos Cots-wolds, Badminton, onde, na década de 1870, foi jogado pela primeira vez em Inglaterra.

A grande variedade de batimentos utilizados, desde o vigoroso smasb para o fundo do campo do adversário ao delicado amortie, a rasar a rede, exige dos jogadores resistência física e reflexos rápidos.

O campo pode ser coberto ou ao ar livre, mas é em geral em recinto coberto para evitar que o vento ou as correntes de ar afectem o percurso do volante. O campo mede 13,40 x x 6,10 m, e o piso, em geral de madeira ou material composto, é nivelado. As marcações são dadas por linhas brancas de 3,8 cm, cuja largura conta como parte do campo.

Este é dividido ao meio por uma rede de 76 cm de altura, bem esticada a uma altura de 1,55 m nos postes e 1,524 m no meio. A raqueta, de en-cordoamento muito tenso, pesa apenas 90 a 150 g, e o volante é feito de cortiça forrada de pelica e penas de ganso ou de materiais sintéticos.

Pode jogar-se badminton em jogo de singulares, 2 jogadores, ou de pares, 4 jogadores. O primeiro serviço e a escolha dos lados são tirados à sorte. O jogador que ganha o primeiro serviço começa o jogo na sua área de serviço da direita, alternando depois entre esta e a da esquerda. Em jogo de singulares, o jogador que serve começa sempre na área de serviço da direita quando tem pontuação par e na da esquerda quando a sua pontuação é ímpar.

No momento do serviço, o jogador deve estar dentro da sua área de serviço, ter os dois pés imóveis e assentes no chão; põe então o volante em jogo, batendo na parte inferior deste depois de o largar da mão. O serviço é executado na diagonal, e o volante deve passar por cima da rede para lá da linha do serviço curto, mas entre as linhas laterais e de cabeceira do jogador que recebe.

O serviço é válido mesmo se, ao passar, o volante tocar na parte superior da rede; se houver falta, o serviço 

passa para o adversário. Se o serviço for válido, o volante deve ser devolvido por cima da rede para o lado do servidor sem ter tocado no chão. A jogada continua até que um dos jogadores não acerte no volante, atire este para fora do campo ou para a rede ou cometa uma falta porque:

  • Bateu no volante antes de este passar sobre a rede.
  • Fez dois toques (bateu o volante duas vezes consecutivas na mesma pancada).
  • Tocou no volante sem ser com a raqueta.
  • Tocou na rede durante uma jogada.

•  Fez obstrução ao adversário. Quando o servidor (jogador que serve) perde, o serviço passa para o adversário; se perde o jogador que recebe, o servidor ganha um ponto e serve novamente. Só o servidor ganha pontos; o jogador que recebe ganha o serviço quando vence a jogada. O jogo termina aos 15 pontos ou aos 11 nos jogos de singulares-senhoras. A partida decide-se à melhor de três sets.

Em jogos de pares utiliza-se toda a largura do campo. Serve primeiro um dos jogadores do par que ganhou o serviço, passando este para o par adversário quando perdem a primeira jogada. A partir dessa altura, cada par serve duas vezes; quando o par que serve perde a primeira jogada, o ser­viço passa de um parceiro para o outro, e só quando perdem a segunda jogada o serviço é entregue ao par adversário.


One Response

  1. Sofia Ferreira 14 de Novembro de 2012

Adicionar Comentário