Dicas de Compras de Natal

Se o final do ano pode ser um excelente momento para agradar aos parentes, filhos e amigos com bons presentes, pode ser também um momento de grande desgaste financeiro. Então, como agradar as pessoas, mas sem que isso se reflicta num 2013 cheio de dívidas? Aprenda com estas Dicas de Compras de Natal.

Dicas de Compras de Natal

Essas dívidas adicionais de final de ano, somadas com os demais compromissos já firmados ao longo de 2012, por exemplo, se tornam uma “bola de neve”, que resulta em sérias complicações .

A principal arma para evitar essa situação é a educação financeira, que faz com que o consumidor aprenda a adquirir um bem de forma sustentável, ou seja, dentro de suas reais condições financeiras.

Fugir das Dividas em 2013

De todo modo, já estamos em Dezembro e vale considerar algumas dicas para fugir de dívidas em 2013.

É preciso que se faça um diagnóstico preciso da situação financeira e da família e que todos se dediquem a cortar gastos.

Assim como muitas vezes será preciso abrir mão da poupança para liquidar a dívida, no caso de dívidas muito altas ou que já duram há muito tempo pode ser necessário tomar precauções em relação a alguns bens. Procure no seu património, bens que podem ser vendidos para quitar a dívida, como um carro, roupas ou até aquela sua colecção de discos de vinil.

Reduzir as despesas para poder fazer compras de natal

É fundamental reduzir as despesas mensais da família, pois é perfeitamente possível economizar até nos gastos essenciais. Nas contas de água, electricidade e telefone.

Planeie: Analise se o presente não trará custos extras para a família ou para a pessoa posteriormente. Por outro lado, e estiver em situação financeira problemática, como muitas pessoas e famílias se encontram, uma boa alternativa é dar prioridade às crianças, em que tanta oferta já têm mesmo nas lojas de massa / chinesas.

dicas compras de natal

Lista de compras de Natal

Faça uma lista de todas pessoas que pretende presentear e quanto pretende gastar com cada uma e não devaneie com desejos e pretensões. A vida não está para esses desvios.

Não deixe as compras para a última hora e vá com tempo. Errar nestes pontos faz com que as pessoas comprem pagando mais caro e sem pensar, pois têm de ter a prenda e já não há tempo para voltar um dia mais tarde.

Procure, por meio de conversas, saber quais são os reais desejos das pessoas. Muitas vezes compram-se coisas caras, sendo que presentes baratos seriam muito mais bem vindos.

Faça um orçamento para as compras de Natal

Nunca saia do orçamento que definiu antes de sair de casa. Não se deixe cair na asneira de aproveitar uma promoção apenas porque se trata de um produto que se encontra mais barato. Se não precisa, não compre.

Não compre presentes caros se, para isso, precisar de se endividar. O pagamento em prestações também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha a certeza de que cabe no orçamento que definiu.

Se o orçamento familiar pede cautela, aproveite para iniciar a família na educação financeira. Peça para ela dar alternativas de presentes dentro de faixas de valores que você possa assumir. Envolva a criança na pesquisa de preço. Mostre a ela as opções que cabem na carteira.


Adicionar Comentário