SOLDA DE TUBOS DE COBRE

A soldagem de tubos de cobre é a técnica básica de toda boa instalação de canalização. Frequentemente temida pelos amadores, ela é bastante fácil e exige material limitado.

PRINCÍPIO

A solda constitui o meio mais simples e mais seguro para reunir dois tubos de cobre de maneira que não venham apresentar vazamentos. Para facilitar a demonstração damos o exemplo da solda de dois tubos de pequeno tamanho, emendando-os.

A ligação entre os dois tubos é feita por meio de uma conexão (luva), também de cobre, e sua união por intermédio de uma solda.

PREPARAÇÃO

Os tubos devem ser cortados de maneira precisa. Para um corte perfeito use uma serrinha mais um corta-tubos, cuja roseta permite um corte ideal.

As rebarbas de metal resultantes do corte dos tubos são eliminadas antes da solda. As que ficam no interior do tubo costumam fazer barulho quando da passagem da água.

As partes do tubo que vão receber a solda devem ser ligeiramente arranhadas com um esmeril ou com uma lixa grossa.

SOLDAGEM

Para que uma boa soldagem se realize é necessário, antes de tudo, que se faça uma limpeza nas peças a serem soldadas. Para tanto, use um removedor para eliminar a gordura existente.

Aplique com um pincel a pasta removedora de impurezas (esta pasta é encontrada nas casas do ramo) nas extremidades dos tubos que vão receber a solda, coloque a luva e encaixe as duas extremidades dos tubos.

Aqueça os componentes (as duas partes do tubo mais a luva) com a chama do maçarico de bocal normal (foto 8), ou com o de bocal especial, circular (foto 9), que concentra o calor sobre a solda.

Tão logo a ponta do soldador fique vermelha, coloque a extremidade da vareta de solda na junção.

Se o trabalho for bem preparado, a solda derrete e adere à conexão, resultando na soldagem das duas peças.

Porém é aconselhável limitar seu trabalho à instalação de tubulações de água, bem menos perigosas! Para a execução de outros trabalhos mais complexos é preferível contar com os préstimos de um profissional competente.

Notas:

■  Utiliza-se a solda a prata para diversos metais: ferro, aço, cobre e suas ligas (bronze, latão), eprata, certamente…

Para o cobre e o latão utilize uma solda de fósforo, mais barata.

■  A solda não deve se fundir sob a chama, mas sim ao entrar em contato com as peças aquecidas.


16 comentários

  1. manoel 15 de Fevereiro de 2011
  2. Gian Ferigotti 2 de Julho de 2012
  3. Braulino Prata 9 de Novembro de 2012
  4. Wilton Zito 3 de Dezembro de 2012
  5. Wilton Zito 3 de Dezembro de 2012
  6. Markos Goes 30 de Dezembro de 2012
    • Markos Goes 2 de Janeiro de 2013
  7. Waldomiro Agostini 25 de Agosto de 2013
    • Gil 7 de Dezembro de 2014
  8. irnelson da silva benicio 16 de Setembro de 2013
  9. celino vieira da silva 4 de Março de 2014
    • Gil 7 de Dezembro de 2014
  10. Ademar Ferreira Dos Santos 2 de Agosto de 2014
  11. Andre Catenda 29 de Outubro de 2015
  12. Carlos Cerqueira 31 de Maio de 2016

Adicionar Comentário