Como funciona um termoacumulador e os seus principais problemas / avarias

O termoacumulador contém um depósito para a água cuja capacidade varia, normalmente, entre 30 e 200 litros. O depósito está revestido por uma camada isolante exterior, que reduz as perdas de calor. Possui também uma conduta de saída de água quente e outra de entrada de água fria, onde deve estar instalado o grupo de segurança (cuja função é libertar o excesso de pressão interna). No interior do depósito encontram-se a resistência e o termostato. Este desliga ou acciona a resistência, de forma a manter a temperatura desejada. É importante que o termostato esteja regulado para uma temperatura que ronde os 60° C: abaixo dos 55° C, o crescimento de bactérias é favorecido; pelo contrário, as temperaturas elevadas aumentam os depósitos de calcário, a corrosão, as perdas de calor e o risco de queimaduras.

Se o interior do termoacumulador for de chapa esmaltada e não estiver munido de um ânodo de magnésio, é conveniente (mandar) instalá-lo. Este dispositivo evita a corrosão no interior do aparelho e deve ser substituído quando tiver escurecido e/ou diminuído de espessura.

Manutenção do termoacumulador

Abra a válvula de segurança regularmente (uma vez por mês, durante alguns segundos, é suficiente). Isto impedirá o entupimento com calcário e perdas de rendimento inúteis, já que, quando há muito calcário na resistência, o aquecimento é menos eficaz e o consumo de electricidade aumenta. Outra forma de reduzir a formação de calcário é não aquecer a água a mais de 60° C. De vez em quando também é conveniente proceder à eliminação do calcário que, apesar de tudo, se vai acumulando. Essa operação exige que se abra e desmonte a parte inferior do aparelho e só deve ser realizada por profissionais!

Principais avarias de um termoacumulador

Os principais problemas / avarias de um termoacumulador, as suas causas e o que fazer nessa ocasião:

A água não aquece
– não há corrente
– verificar se está ligado; se necessário, medir a tensão

A luz-piloto não acende
– não há corrente
– lâmpada mal enroscada ou fundida – veja em a água não aquece
– enroscar ou substituir a lâmpada

Funcionamento irregular
– mau contacto na tomada, na ficha, no cabo ou no interruptor – restabelecer as ligações; substituir eventuais peças danificadas

A água não aquece o suficiente
– regulação da temperatura para valores demasiado baixos solução, regular a temperatura
– resistência impregnada de calcário, recorrer a um técnico para fazer a descalcificação

A água aquece em excesso
– regulação da temperatura para valores demasiado elevados, deve regular a temperatura
– termostato danificado, recorrer a um técnico (entretanto, desligar o aparelho)

Componentes de um termoacumulador

A cuba, geralmente isolada com poliuretano, armazena uma grande quantidade de água que é aquecida pela resistência. O termostato controla o funcionamento da resistência, mantendo a temperatura desejada.

O grupo de segurança é instalado no tubo de água fria. A válvula de segurança faz sair o excesso de pressão provocado pelo aumento da temperatura da água, através de um tubo de descarga. Esta válvula é accionada através de um manipulo. Deste grupo fazem também parte uma torneira, que interrompe a entrada de água fria, e uma válvula anti-retorno, que impede a água quente de voltar a misturar-se com a fria.


3 comentários

  1. Fernando Gonçalves 18 de Fevereiro de 2013
  2. manuel rego 26 de Fevereiro de 2014
  3. Monteiro Antonio 8 de Fevereiro de 2015

Adicionar Comentário