Como funciona o Esquentador e os seus principais problemas / avarias

A maioria dos esquentadores é constituída por uma chama-piloto, um queimador, um grupo de segurança e um permutador de calor envolto numa conduta em espiral (serpentina), por onde passa a água.
Se a chama-piloto estiver acesa, o queimador começa a funcionar assim que a torneira de água quente é aberta. De imediato, a água passa pelo grupo de segurança e, ao atravessar a serpentina que rodeia o permutador de calor, aquece. Em seguida, sai pela torneira. Ao mesmo tempo, o gás vai chegando ao queimador através do sistema de segurança da chama-piloto e da válvula principal. Esta só se abre quando a água que passa pelo grupo de segurança é suficiente para evitar o sobreaquecimento. E este conjunto de mecanismos que constitui o sistema de segurança. Existe também um dispositivo de segurança para a chama-piloto (veja O termopar) que, no momento em que esta se apaga, corta a chegada de gás, o que permite evitar fugas. Alguns esquentadores adaptam automaticamente a intensidade da chama à quantidade de água utilizada. Este sistema impede o sobreaquecimento, de forma que a temperatura da água não ultrapasse os 70° C.

Recentemente, surgiu ainda um novo tipo de esquentadores, denominados inteligentes, que não necessitam de chama-piloto, uma vez que o queimador se acende automaticamente quando a torneira da água quente é aberta.

A instalação e a descalcificação de um esquentador devem ser efectuadas por um profissional: o risco de fugas de gás ou dos produtos de combustão (que são tóxicos) é elevado. Por isso, é imprescindível que as ligações sejam seguras e que exista uma evacuação eficaz dos produtos de combustão. Além disso, o esquentador deve estar instalado num local suficientemente ventilado (mas nunca na casa-de-banho!).

Manutenção do esquentador

A parte exterior do esquentador pode ser limpa com água e detergente. Uma vez por ano também convém limpar o interior. Para efectuar esta operação, retire a caixa exterior do aparelho (veja o manual de instruções).
Também é recomendável uma manutenção anual, realizada por um profissional que deverá: Eliminar o calcário acumulado na serpentina;

Avarias num esquentador

Problemas no esquentador – Possível causa da avaria no esquentador – O que fazer?

A água não aquece

  • gás desligado ou chama-piloto apagada – ligar o gás ou acender o esquentador
  • conduta de gás suja ou entupida – recorrer a um técnico
  • termopar danificado – recorrer a um técnico
  • válvula magnética danificada – substituir a válvula

A água não aquece o suficiente

  • temperatura regulada para valores demasiado baixos – Adaptar a temperatura
  • excesso de calcário – recorrer a um técnico para fazer a descalcificação

Chama-piloto vermelha em vez de azul
– sujidade – recorrer a um técnico para fazer a limpeza

Chama-piloto amarela em vez de azul
– fuga de monóxido de carbono, desligar e abrir a janela: recorrer a um técnico para verificar o sistema de acendimento (a chama-piloto e o isqueiro, quando existem) e o estado das canalizações (borrachas, braçadeiras, etc); limpar os queimadores e as lamelas existentes na parte superior do aparelho.

O TERMOPAR

Em quase todos os aparelhos que funcionam a gás existe um sistema de segurança que corta a entrada de combustível quando a chama-piloto se apaga, seja por que razão for Nesse momento, o sensor arrefece e a válvula magnética da entrada de gás é imediatamente fechada.

O calor da chama provoca uma corrente eléctrica no sensor e activa um electroimán, que abre a válvula de segurança. Quando a chama se apaga, a corrente é cortada e a válvula de segurança fecha-se.


9 comentários

  1. Andreia Freitas 18 de Abril de 2015
  2. Maria Pinto 12 de Setembro de 2015
  3. Ana Batista 5 de Maio de 2016
  4. Joao 5 de Julho de 2016
  5. Isabel 23 de Agosto de 2016
  6. Luís António 8 de Setembro de 2016
  7. Ricardo 21 de Dezembro de 2016
  8. jonathan ferreira 25 de Janeiro de 2017
  9. Antonio Catarino 29 de Janeiro de 2017

Adicionar Comentário