Como funciona o Esquentador e os seus principais problemas / avarias

A maioria dos esquentadores é constituída por uma chama-piloto, um queimador, um grupo de segurança e um permutador de calor envolto numa conduta em espiral (serpentina), por onde passa a água.
Se a chama-piloto estiver acesa, o queimador começa a funcionar assim que a torneira de água quente é aberta. De imediato, a água passa pelo grupo de segurança e, ao atravessar a serpentina que rodeia o permutador de calor, aquece. Em seguida, sai pela torneira. Ao mesmo tempo, o gás vai chegando ao queimador através do sistema de segurança da chama-piloto e da válvula principal. Esta só se abre quando a água que passa pelo grupo de segurança é suficiente para evitar o sobreaquecimento. E este conjunto de mecanismos que constitui o sistema de segurança. Existe também um dispositivo de segurança para a chama-piloto (veja O termopar) que, no momento em que esta se apaga, corta a chegada de gás, o que permite evitar fugas. Alguns esquentadores adaptam automaticamente a intensidade da chama à quantidade de água utilizada. Este sistema impede o sobreaquecimento, de forma que a temperatura da água não ultrapasse os 70° C.

Recentemente, surgiu ainda um novo tipo de esquentadores, denominados inteligentes, que não necessitam de chama-piloto, uma vez que o queimador se acende automaticamente quando a torneira da água quente é aberta.

A instalação e a descalcificação de um esquentador devem ser efectuadas por um profissional: o risco de fugas de gás ou dos produtos de combustão (que são tóxicos) é elevado. Por isso, é imprescindível que as ligações sejam seguras e que exista uma evacuação eficaz dos produtos de combustão. Além disso, o esquentador deve estar instalado num local suficientemente ventilado (mas nunca na casa-de-banho!).

Manutenção do esquentador

A parte exterior do esquentador pode ser limpa com água e detergente. Uma vez por ano também convém limpar o interior. Para efectuar esta operação, retire a caixa exterior do aparelho (veja o manual de instruções).
Também é recomendável uma manutenção anual, realizada por um profissional que deverá: Eliminar o calcário acumulado na serpentina;

Avarias num esquentador

Problemas no esquentador – Possível causa da avaria no esquentador – O que fazer?

A água não aquece

  • gás desligado ou chama-piloto apagada – ligar o gás ou acender o esquentador
  • conduta de gás suja ou entupida – recorrer a um técnico
  • termopar danificado – recorrer a um técnico
  • válvula magnética danificada – substituir a válvula

A água não aquece o suficiente

  • temperatura regulada para valores demasiado baixos – Adaptar a temperatura
  • excesso de calcário – recorrer a um técnico para fazer a descalcificação

Chama-piloto vermelha em vez de azul
– sujidade – recorrer a um técnico para fazer a limpeza

Chama-piloto amarela em vez de azul
– fuga de monóxido de carbono, desligar e abrir a janela: recorrer a um técnico para verificar o sistema de acendimento (a chama-piloto e o isqueiro, quando existem) e o estado das canalizações (borrachas, braçadeiras, etc); limpar os queimadores e as lamelas existentes na parte superior do aparelho.

O TERMOPAR

Em quase todos os aparelhos que funcionam a gás existe um sistema de segurança que corta a entrada de combustível quando a chama-piloto se apaga, seja por que razão for Nesse momento, o sensor arrefece e a válvula magnética da entrada de gás é imediatamente fechada.

O calor da chama provoca uma corrente eléctrica no sensor e activa um electroimán, que abre a válvula de segurança. Quando a chama se apaga, a corrente é cortada e a válvula de segurança fecha-se.


10 comentários

  1. Andreia Freitas 18 de Abril de 2015
  2. Maria Pinto 12 de Setembro de 2015
  3. Ana Batista 5 de Maio de 2016
  4. Joao 5 de Julho de 2016
  5. Isabel 23 de Agosto de 2016
  6. Luís António 8 de Setembro de 2016
  7. Ricardo 21 de Dezembro de 2016
  8. jonathan ferreira 25 de Janeiro de 2017
  9. Antonio Catarino 29 de Janeiro de 2017
  10. Célia 30 de Março de 2017

Adicionar Comentário