Como fazer um jardim numa garrafa

Para atravessar a estreita abertura do gargalo, precisa de alguns apetrechos especiais. Poderá fazê-los facilmente utilizando varinhas de madeira: com um arame, até uma pequena colher a uma varinha para usar como pá; um carrinho de linhas de madeira fixo na extremidade de outra varinha servirá para calcar a terra; uma lâmina afiada, como, por exemplo, a de um canivete velho, ou lâmina de barba para podar, e duas varinhas servirão como pinça para introduzir as plantas. Precisará ainda de uma pequena esponja presa a um arame grosso para limpar o interior do vidro.

Escolha plantas pequenas de crescimento lento, como pequenos fetos (Pteris, etc), marantas, fitónias e peperómias. Planeie a disposição das plantas antes de as colocar na garrafa, de modo que as plantas pequenas não fiquem escondidas por detrás das maiores e que as formas e cores combinem entre si.

Para preparar a garrafa para plantar, cubra o fundo com uma camada de 2,5-5 cm de fragmentos de carvão e pequenos seixos. Junte uma camada de 5-10 cm de mistura à base de terra, humedecida antes de a introduzir na garrafa através de um funil de papel. Uma mistura com 2 partes de terra. 2 partes de areia grossa e 1 parte de terriço de folhas será apropriada para a maioria das plantas. Use a colher para alisar a superfície da mistura e depois faça um buraco para a primeira planta.

Retire as plantas dos vasos e liberte as raízes de qualquer excesso de terra. Segurando a planta cuidadosamente com as duas varinhas, desça-a até conseguir plantá-la no buraco que fez. Repita o processo com as restantes plantas e depois calque a terra com o carrinho de linhas. Finalmente, com a esponja limpe a superfície interna da garrafa.

Vaporize as plantas e o solo, ponha a rolha na garrafa e coloque-a num local onde receba luz, mas não demasiado intensa. Exceptuando a necessidade de ventilar ou podar ocasionalmente, o arranjo não exige quaisquer outros cuidados durante muitos meses.


Adicionar Comentário