Como cultivar e cuidar de Clorofitos

Estas conhecidas plantas de interior (nome botânico, Chlorophytum como-sum) não precisam de grandes cuidados para se desenvolverem. Têm folhas de consistência herbácea saindo em arco de um centro e compridas hastes cor de palha ostentando flores pequenas e brancas na ponta, as quais dão origem a «filhos», que vão fazer a propagação da planta.

A variedade mais comum, a Vit-tatum, tem folhas de 15 a 30 cm de comprimento com uma risca branca ou creme-pálido ao longo do centro.

Estas plantas precisam de muita luz e de algum sol directo, especialmente no Inverno, para manterem o colorido — mas não as exponha ao sol forte do meio-dia. Desenvolvem-se melhor em locais moderadamente quentes — temperatura máxima no Verão, 24°C —, mas não se dão em temperaturas inferiores a 7oC.

Cuidados

Regue-as abundantemente no Verão e moderadamente no Inverno, deixando a terra secar entre as regas. Se secar demais, as pontas das folhas ficarão acastanhadas. Adube de 15 em 15 dias durante todo o ano com um vulgar adubo líquido.

Plante os clorofitos numa mistura para plantas à base de terra. Quando as raízes aparecerem na borda do vaso, é a altura de os mudar para outro.

clorfitos

Propagação

Ponha os «filhos», ainda agarrados, em pequenos vasos com uma mistura apropriada. Separe-os da planta-mãe quando já tiverem raízes. Pode também propagar separando os filhos e deixando-os com as bases dentro de água até terem raízes com pelo menos 3 cm de comprimento.


3 comentários

  1. samilly 21 de Fevereiro de 2011
  2. Paulo Spindola 26 de Março de 2016
  3. Dayane Marques 26 de Abril de 2016

Adicionar Comentário