Montar o mobiliário em kit

Saber que pode dar um salto a uma casa de mobílias, escolher peças suficientes para encher uma pequena casa e ser capaz de transportá-las na parte de trás do seu automóvel é um dos grandes prazeres da era moderna. Infelizmente, montar o mobiliário em kit tornou-se num dos maiores desafios mas é algo que pode ser feito desde que adopte uma atitude positiva e realista não há razão para que a montagem de um bloco de gavetas seja uma tarefa desagradável, podendo até transformar-se no ponto alto da sua semana.

Não tenha pressa
A primeira regra é não se apressar. Embora esteja ansiosa por transformar o esboço daquela caixa estreita e cheia de peças numa forma tridimensional, não pense que o conseguirá fazer em poucas horas. Conte com um dia inteiro em volta dela: prepare várias refeições ligeiras, mas evite o álcool – deixe-o para a celebração de um trabalho bem feito ou, em circunstâncias extremas, uma boa forma de esquecer. Não faça nada se estiver mal-humorada, nem convide muita gente para ajudar. Peça, isso sim, a uma outra pessoa que a ajude, pois um par extra de braços e mãos pode ser bastante útil.

Espaço para manobrar
Escolha o local onde vai montar o kit. Procure ter bastante espaço para se mexer. Certifique-se de que tem as ferramentas apropriadas. Algumas virão incluídas no kit, mas pode precisar de chaves de fendas, de bocas, etc.

Faça uma verificação
Desembale cuidadosamente. Evite rasgar a caixa de cartão, desmonte-a e utilize-a para trabalhar por cima. Protegerá as peças e o soalho de riscos acidentais. Examine todas as peças, para ver se existem imperfeições. Se estiverem danificadas volte a embalá-las e devolva-as. Identifique cada uma das peças e verifique se são iguais às do diagrama. Veja se compreende de que peça se trata e qual a finalidade que tem. Conte os parafusos, porcas e acessórios e verifique se os números correspondem aos que constam das instruções. Às vezes há parafusos extra – não se esqueça disso, para evitar o pânico
provocado pela visão de dois parafusos compridos sinistramente colocados ao lado de uma peça de mobiliário já montada.

Siga a ordem
Coloque tudo à vista. Algumas peças podem parecer semelhantes; para evitar que acabe com qualquer uma delas montada ao contrário, marque e identifique cada uma das peças com frases úteis, tais como “este lado para cima”, escritas em pedaços de papel presos com fita adesiva. Em seguida, siga as instruções. Alguns folhetos de instruções tornam-se famosos pela ausência, enquanto que outros requerem muita imaginação, a capacidade de falar uma língua estrangeira, ou um conhecimento avançado das técnicas de desenho. Ainda bem que as coisas melhoraram bastante e actualmente a maioria dos kits de boa qualidade vêm acompanhados de um gula bastante claro – ou, por vezes, até um vídeo! O melhor que tem a fazer é obedecer às instruções, caso contrário poderá ser obrigada a desmontar tudo só para aparafusar uma calha ou dobradiça.

Não entre em pânico
Se parecer que as coisas não estão a correr muito bem, mantenha-se calma. Faça uma pausa e coma uma bolacha enquanto relê as instruções. Há sempre a tentação de pensar que um furo foi aberto no local errado, mas, os erros de fabrico acontecem e por isso se as coisas não fizerem sentido, vale mais a pena telefonar para a loja onde as adquiriu para saber se tiveram reclamações idênticas. A maior parte das vezes as coisas começam a ligar-se na perfeição, mas tenha o cuidado de não se deixar levar pelo impulso e estragar tudo por causa da pressa. Verifique regularmente se nada ficou de fora e tudo se encontra orientado na direcção correcta. Não aperte imediatamente qualquer parafuso. As instruções também podem especificar a ordem segundo a qual tudo deve ser apertado.

Análise final

Se a qualquer altura da montagem o objecto erguido à sua frente deixar de se assemelhar ao desenho da caixa ou das instruções, ou à fotografia do catálogo, não entre em pânico. Por vezes, as mesmas instruções são utilizadas para uma vasta gama de modelos diferentes. Contudo, pode ser que tenha cometido um pequeno ou até grande erro durante a montagem. Torne a verificar as instruções e, se necessário, desmonte tudo e recomece. Se for o caso, para bem do seu próprio estado emocional e protecção da potencial peça de mobiliário afaste-se do local durante algum tempo e, quando se sentir melhor, recomece a montagem. Se ainda assim não conseguir, arrume tudo e chame um amigo.


Adicionar Comentário