Como fazer um guarda-louça

Atualmente a exigência é fazer das cozinhas peças agradáveis para se viver, onde a prática deve conjugar-se à decoração. O guarda-louça em pinho, que pode ser conservado em seu estado natural, reúne ao mesmo tempo qualidades estéticas e várias possibilidades de arranjos.

Material

(as medidas estão em mm)
LATERAIS – 2 tábuas de pinho de 2.050x300x24;
TAMPO -1 tábua de pinho de 850x300x24;
PRATELEIRAS – 5 tábuas de pinho de 850x300x24, 1 tábua de pinho de 400x300x24 e 1 tábua de pinho de 200x300x24;
SEPARAÇÕES – 2 tábuas de pinho de 265x300x24, 1 tábua de pinho de 200x300x24;
PORTAS – 2 compensados de 620x345x50;
Peças de madeira (para as portas), moldura decorativa, puxadores, dobradiças, carvilhas, pregos, buchas, cola de madeira, massa para madeira e tintas.

Ferramentas

Serrote, esquadro, trena, lápis de carpinteiro, serrote para ranhurar, grosa, plaina, gastalho, martelo, lixadeira elétrica, martelo de carpinteiro, punção, pincel, verruma, chave de fenda.

Descrição

O espaço útil de um guarda-louça resume-se em duas partes principais: a parte de baixo, um bufê fechado por duas portas; a parte de cima, as prateleiras.
A tampa do bufê já é a prateleira mais baixa. O conjunto está inserido entre as duas faces que constituem as laterais do guarda-louça.
O móvel é colocado na parede, cujos perfis devem-se casar perfeitamente.

Laterais

Antes de mais nada determine a altura das faces, que é igual à do guarda-louça.
Sendo as laterais feitas de uma única tábua, é necessário cortá-las até a altura da tampa do bufê. Transporte as medidas, e trace em seguida, com o esquadro, a profundidade do corte.
Para o equilíbrio do móvel, o desenho das duas laterais deve ser idêntico. Pense nisso no momento de medir, e, após o corte, sobreponha as tábuas para verificar sua correspondência.

Preparação do apoio na parede

Para apoiar o guarda-louça na parede, é necessário fazer um corte nas laterais correspondentes ao rodapé, segundo a altura dele.
Depois do corte, faça o arredondamento com o auxílio de uma grosa.
Mesmo que as tábuas das prateleiras tenham sido compradas já nas medidas corretas, é necessário aplainar as bordas delas. Para isso, junte-as e prenda-as com gastalhos a fim de obter uma boa superfície de aplainagem.
Verifique se elas estão no mesmo plano antes de dar início ao aplainamento. Como a superfície a ser aplainada é longa, apoie a mão sobre a parte dianteira da plaina para desbastar a madeira, diminuindo em seguida a pressão.

Tampo

Corte a placa superior do bufê segundo a conformação das laterais. (A placa inferior não necessita de preparação especial). Trace a linha de corte com um lápis. Se as medidas indicadas forem seguidas, sua junção deve encontrar-se no meio da largura da placa. Do ponto de vista puramente estético, aconselhamos, em todo caso, a seguir ao menos as proporções indicadas.

Prateleiras

As prateleiras são feitas com tábuas de pinho da mesma espessura que as usadas para as laterais (24 mm).
O espaço entre uma prateleira e outra depende do gosto pessoal de cada um.
Disponha quatro prateleiras na parte de cima, dividindo os espaços intermediários, dando assim estética ao móvel.
Entretanto, mesmo que o nosso esquema não seja obedecido, faça um plano prévio antes de encomendar a madeira, que servirá também na elaboração da lista de material.

Colocação das prateleiras

Faça uma prova com o móvel no solo, colocando as prateleiras nos locais onde elas serão fixadas definitivamente.
Somente após verificar seu posicionamento correto é que elas devem ser pregadas. Os pregos devem ser introduzidos pela parte externa das laterais.
Para pregar corretamente, marque nas laterais a espessura das prateleiras. É uma precaução que deve ser tomada para que os pregos penetrem exatamente no meio das bordas das prateleiras.
As separações verticais cortadas nas medidas são, em seguida, colocadas entre as prateleiras. Não será necessário pregá-las se a folga não for muito grande. A colagem será suficiente, pois essas separações não terão sobre si peso algum.
Ao contrário, as prateleiras intermediárias devem ser pregadas nas extremidades a partir das laterais externas, bem como a partir das laterais das separações que acabaram de ser colocadas.

Acabamento

As tábuas podem ficar sem nenhuma pintura, uma vez que o pinho apresenta um aspecto muito bonito. Optamos por pintar, o que realça as fibras da madeira e conserva o aspecto original.
Como em todos os trabalhos lixe as superfícies, rebaixe as cabeças dos pregos e, em seguida, cubra-as com massa para madeira.

Bufe

Não nos detemos na organização interna do bufê, pois cada um o fará do modo que melhor lhe convier, colocando as prateleiras da mesma maneira que as outras da parte de cima.
Poderá, igualmente, prever-se um fundo, disposto entre as laterais, para não atrapalhar a colocação do móvel na parede. Utilize um compensado de pequena espessura, que pode ser fixado às laterais com o auxílio de suportes.

Feitura das portas

Mostramos o que pode causar maiores problemas na feitura das portas do bufê.
Existem no comércio peças especialmente preparadas que apresentam ranhuras ao longo de seu comprimento.
Corte as peças nas dimensões desejadas, passe cola nas suas ranhuras e ajuste a placa dentro da moldura e pressione o conjunto até que a cola seque.
Outra maneira de verificar se o batente está no esquadro consiste em conferir os ângulos, o que poderá ser facilmente feito com o auxílio de um esquadro.

Decoração e acabamento das portas

Existem no comércio pequenas peças especialmente trabalhadas, que são pequenas ripas em forma de moldura, moldura esta chamada baguete.
Pregue estas molduras (baguetes) na parte interior do quadro formado pelos batentes, na placa de compensado, usando pequenos pregos.
As placas são pintadas da mesma maneira que o restante do móvel, e equipadas com dobradiças para sua articulação.
É necessário que se faça o entalhe na borda das portas prevendo a fixação das dobradiças.
Proceda da mesma maneira para colar os elementos correspondentes nas laterais do móvel.

Fixação na parede

A fixação tem por finalidade calçar bem o móvel junto à parede, para que ele não balance devido a irregularidades no piso.
As cavilhas de fixação colocadas na parede por meio de buchas são fixadas na parte superior do móvel.


Adicionar Comentário