Como proteger o seu automóvel contra roubo

Só um sistema de segurança muito complicado pode realmente deter um ladrão de automóveis determinado; no entanto, há sistemas bastante simples que são suficientes para desconsertar os amadores e os indivíduos que ape­nas pretendem o carro para «dar um passeio».

Os melhores sistemas eléctricos anti-roubo disparam um alarme quando alguém tenta abrir as portas do carro ou trancam a ignição quando um estra­nho tenta pôr o automóvel a trabalhar. Um destes sistemas de alarme inclui um elemento pendular que toca a buzina do carro quando o equilíbrio do pêndulo é perturbado: por exem­plo, quando alguém tenta forçar uma porta. Este sistema é fácil de montar: é constituído por duas partes, o ele­mento pendular e um interruptor com chave que liga o alarme, e ainda alguns fios eléctricos.

Um outro sistema tem sensores em todas as portas, na mala e no capô. Quando se abre qualquer destes, a buzina do carro começa a tocar e os faróis acendem-se.

assalto-automovel

Um dos dispositivos mais aperfeiçoa­dos está equipado com um conjunto de teclas. Para que o carro comece a trabalhar, é necessário «marcar» um número de código. Qualquer tentativa para pôr o carro a trabalhar sem passar por este sistema faz tocar a buzina.

Um outro sistema está equipado com sensores de ultra-sons. As ondas sonoras são transmitidas no interior do carro e quando há qualquer interferên­cia: por exemplo, quando alguém parte uma janela, o alarme é activado.

Um outro sistema recorre a sensores de voltagem. Qualquer alteração de voltagem na bateria mesmo a ligeira descida de tensão provocada pelo acender da luz interior quando se abre urna porta é detectada por este dis­positivo, que dispara o alarme.

Um dispositivo mais simples, tal como um cadeado com uma combina­ção aplicado ao travão de mão, é sufi­ciente para desencorajar os ladrões amadores. O botão que solta o travão de mão só pode ser pressionado quando se marca a combinação cor­recta no cadeado.

Há também um outro dispositivo, vulgarmente designado por bengala, constituído por uma barra telescópica com um grampo em cada extremidade e um fecho que fixa a barra na posição desejada. Um dos ganchos fica preso num dos raios do volante e o outro no travão de pé ou na embraiagem. Existe também um dispositivo semelhante para travar a alavanca das mudanças. Monte o dispositivo anti-roubo de acordo com as instruções do fabricante e coloque num local bem visível o autocolante de aviso que acompanha alguns destes sistemas, o que, só por si, é já um bom dissuasor dos roubos.


Adicionar Comentário