Como arrancar quando a bateria está descarregada

Se a bateria do seu automóvel estiver praticamente descarregada, a utilização da bateria de outro automóvel é, em geral, suficiente para pôr o motor em funcionamento e a sua bateria será então carregada pelo sistema de carregamento do seu carro. As baterias dos dois automóveis são ligadas por um par de cabos de arranque, que poderá comprar numa loja de acessórios de automóveis e que será muito útil ter sempre na mala do carro para um caso de emergência.

Arrume o outro automóvel de maneira que as baterias possam ser facilmente ligadas através dos cabos de arranque. Certifique-se de que está tudo desligado em ambos os automóveis. Estes não podem tocar-se, principalmente se um deles tiver um sistema eléctrico de terra positivo ( + ) e o outro for negativo (-). Seja qual for o sistema de ligação das baterias à terra, ligue o terminal positivo de uma bateria ao terminal positivo da outra e o negativo ao negativo. Comece sempre por ligar o cabo negativo c desligue-o em último lugar.

Um conjunto de cabos de arranque tem um par de dispositivos de ligação com pegas de plástico pretas e o outro com pegas encarnadas. Ligue os terminais negativos com os grampos pretos e os positivos com os encarnados.

Ponha o segundo automóvel em funcionamento e, quando o motor estiver a trabalhar suavemente, tente ligar o primeiro automóvel. Acelere ligeiramente o motor do segundo automóvel. Quando o motor do primeiro automóvel começar a funcionar, deixe-o a trabalhar e desligue os cabos primeiro o positivo e depois o negativo.

Alguns automóveis com ignição totalmente electrónica, sistemas de injecção de combustível ou computadores de controle de motores poderão sofrer danos com as variações de corrente provocadas pelo ligar e desligar dos cabos. Nesse caso, desligue os cabos da bateria e tire-a do automóvel. Depois, ligue os cabos de arranque da forma atrás descrita e deixe o outro automóvel a trabalhar durante 20 minutos. Este tempo deverá bastar para carregar a sua bateria.


One Response

  1. Filipe Lopes 12 de Dezembro de 2012

Adicionar Comentário