Como tratar os pássaros de gaiola

Os periquitos e os canários são talvez os pássaros de gaiola mais vulgares, mas existe um grande número de outras espécies, como bicos-de-lacra, mandarins, dom-fafes, pintassilgos, bengalis, que poderá adquirir numa loja da especialidade.

O periquito é um dos mais populares, existindo em diversos tons de azul, verde, amarelo e branco; são relativamente fáceis de domesticar e por vezes é possível ensiná-los a falar.
Quando comprar um, certifique-se de que é um animal activo, com olhos brilhantes e penas lustrosas. Os periquitos podem viver até cerca de 12 anos. Se preferir uma ave canora, escolha um canário, que se adapta muito facilmente à vida em gaiola.

Como escolher a gaiola certa

Escolha uma gaiola suficientemente grande para que o pássaro possa esvoaçar lá dentro e certifique-se de que tem pelo menos dois poleiros, além de recipientes para a comida e a água. O chão da gaiola deve ter um tabuleiro de tirar e pôr, que é fácil de manter limpo; cubra-o com areia. Para os periquitos, ponha também um espelho, uma escada ou uma campainha para os divertir.

Coloque a gaiola num quarto sem correntes de ar e fora da luz directa do sol. Limpe-a e lave os recipientes de comida e água todos os dias.

Alimentação para pássaros

Os pássaros de gaiola são todos apreciadores de sementes e podem encontrar-se misturas destas (alpista, painço, milho-alvo) nas lojas da especialidade. Mantenha os recipientes da comida e da água sempre cheios (verifique-os pelo menos uma vez por dia). Dê-lhes também pequenas porções de verduras, como folha de alface ou grelos, duas vezes por semana. Prenda às barras laterais um osso de choco (por vezes, no Outono, encontram-se muitos nas praias) para o pássaro poder esfregar nele o bico.

Como domesticar um pássaro

Quando o periquito já está habituado a que lhe peguem, é possível deixá-lo sair da gaiola. Comece por pôr a mão dentro da gaiola e coçar-lhe a cabeça. Quando ele se habituar a isto, ponha-lhe o indicador por baixo do peito e empurre levemente para o encorajar a saltar-lhe para o dedo. A partir de uma certa altura, ele já virá naturalmente à mão.

Pássaro fora da gaiola

Certifique–se de que fechou todas as portas e janelas antes de o deixar sair. Deixe aberta a porta da gaiola para que ele possa voltar para lá quando quiser. Se tiver dificuldades em fazê-lo voltar para a gaiola, escureça a sala para o acalmar e pegue nele com cuidado por trás, segurando-lhe o pescoço entre os dedos indicador c médio.

Saúde e tratamento de pássaros

Um pássaro não está bem se tiver as penas eriçadas, olhos semicerrados e falta de apetite. Cubra a gaiola por três lados para a manter quente e leve-o a um veterinário tão depressa quanto possível.

As unhas e o bico dos periquitos podem crescer demais. Segure nele e corte-lhos cuidadosamente com uma tesoura ou um corta-unhas ou leve-o a um veterinário para este o fazer.
Um bico às escamas, causadas por parasitas, deve ser tratado pelo veterinário.


5 comentários

  1. valdinei 13 de Janeiro de 2014
  2. Andreia Moraes 29 de Janeiro de 2014
  3. Jadyy Monttanini 1 de Fevereiro de 2014

Adicionar Comentário