Como prevenir um ataque de lagartas às suas plantas

As lagartas, que podem ser extremamente prejudiciais para as plantas num espaço de tempo muito curto, são as larvas de borboletas que põem os ovos na Primavera. Logo que eclodem dos ovos, as lagartas começam a alimentar-se: roem as folhas fazendo buracos ou comendo as margens.

Existem variadíssimos tipos de lagarta que atacam especialmente certas plantas:

Lagartas com pêlos, riscas cor de laranja e cabeça preta

Gostam das folhas das árvores de fruto, especialmente a meio do Verão.

Lagartas verdes, pretas e amarelas

As conhecidas lagartas da couve que causam grandes estragos nas folhas de couve. Os seus dejectos negros danificam também as plantas.

Lagartas pequenas de cor rosa-pálido

Que começam por atacar as folhas das macieiras e das pereiras e em seguida os frutos quando estes começam a desenvolver-se, destruindo-os até ao caroço.

Lagartas de cor amarelo-esverdeado-pálido

Que escavam túneis nas vagens das ervilhas para delas se alimentarem.

Lagartas das roseiras

De que existem diversas espécies com cores diferentes e que se alimentam das folhas das roseiras e de outros arbustos ornamentais. Podem ser identificadas pelo hábito que têm de serpentearem para trás quando incomodadas.

Lagartas amarelas

As lagartas das espécies assim designadas atacam de preferência a base dos caules.

Como combater as lagartas

Pode utilizar insecticidas, cuja acção se exerce quer por contacto, quando são pulverizados sobre as lagartas, quer por envenenamento, depois da ingestão dos tecidos das plantas contendo a substância tóxica.

As plantas infestadas devem ser tratadas logo que possível, especialmente aquelas em que as lagartas se escondem dentro do fruto, protegendo-se deste modo do insecticida.

Além de atacar com produtos químicos, é conveniente observar regularmente as plantas para retirar os ovos ou as lagartas que estiverem à vista.


2 comentários

  1. Airton 23 de Janeiro de 2013
  2. Cleuzinha Rodriguez Gomez 5 de Fevereiro de 2013

Adicionar Comentário