Como escolher o cão ideal

Os cães figuram entre os animais de estimação mais populares, mas escolher o ideal para si não é uma tarefa que deve ser encarada de ânimo leve.

Existem cães de diversas raças, tamanhos e temperamento, por isso, estar a par das características de cada um e das suas próprias limitações é fundamental para evitar dissabores futuros.

Aqui vos deixamos com algumas dicas de como escolher o cão ideal para si e para a sua família.

escolher-cao

  • Despesas – Ter um cão acarreta algumas despesas e, por isso, estas devem ser tidas em consideração no momento da escolha do cão ideal. Aconselhamos que se informe acerca dos custos normalmente associados às diferentes raças.  Por exemplo, um cão de maior porte necessitará de maiores doses de ração diária, logo, a sua alimentação ficará mais dispendiosa que a de um cão de porte pequeno. Faça uma escolha consoante a sua disponibilidade financeira e de modo a permitir que o animal viva uma vida saudável e muito feliz
  • Tamanho – Esta deve ser, sem dúvida, uma das principais preocupações a ter em conta: o tamanho do cão. O tamanho que o animal irá ter quando for adulto pode fazer toda a diferença para o seu dono. Contudo, é preciso desmitificar a ideia de que os cães grandes não se adequam a casas pequenas, como um apartamento. Algumas raças de cães grandes são até aconselhadas para donos com estas condições. O fundamental é que tenham a atividade física aconselhada para a sua raça. Contudo, é verdade que o cão de maior porte possa fazer mais “estragos” numa casa pequena.
  • Aparência – A aparência do cão também pode ser importante para algumas pessoas. Por exemplo, alguns gostam de cães de pelo comprido, enquanto outros podem preferir cães com menos pelo. No entanto, esta não deve ser a única preocupação e é preciso aliar as preferências às restantes características do animal.
  • Idade e sexo – Embora a maioria das pessoas prefiram adotar cachorros, a verdade é que um cão já com alguma idade pode também ter as suas vantagens. Por exemplo, já não precisam de treino básico e, frequentemente, também são mais calmos. No entanto, os cachorros pequenos ambientam-se mais facilmente a um novo lar e donos. No que diz respeito à escolha do sexo do cão, a maioria opta por machos, uma vez que não existe o risco de gravidez indesejada. Mas, as fêmeas costumam ser mais dóceis e meigas, sendo indicadas para donos que prefiram essa característica.
  • Compatibilidade – A compatibilidade entre o animal e o dono é um fator importante, que não deve ser esquecido. Compatibilidade pode ser com as crianças, familiares, outros animais de estimação, ambientes novos. Por exemplo, se tem crianças pequenas em casa, que não sabem como lidar com um cachorro frágil, então talvez este não seja a melhor escolha. Por outro lado, uma pessoa mais idosa irá ser mais compatível com um cão também mais velho e calmo.

Em resumo, escolher o cão ideal para si e para a sua família envolve alguma pesquisa prévia e discernimento. Fale com veterinários, criadores e amigos com cães para saber qual a raça de cães mais indicada.


Adicionar Comentário