Como utilizar Martelos

O martelo mais vulgarmente utilizado tem cabeça de aço com cabo de madeira, mas existem martelos com cabeças e cabos de aço. Estes têm, em geral, um revestimento de borracha, pelo menos na parte inferior, para que a mão não escorregue e para absorver grande parte do choque do impacte.

À parle a maneira como são feitos, os maneios existem em vários tipos com fins específicos.

– Martelo de orelhas, lambem designado por martelo de carpinteiro, ou de unhas, tem uma extremidade fendida para arrancar pregos. Use o cabo como alavanca depois de ter agarrado o prego.

– Martelo de estofador. É um martelo leve para pregar pregos finos, pinos ou tachas. A cabeça é achatada na parte de trás para apontar pregos pequenos.

– Martelo de pena. Uma versão maior elo maneio de estofador.

– Martelo de bola. Tem a forma de bola na parte de trás da cabeça e usa-se para bater metal ou aplicar REBITES.

– Martelo de pedreiro, ou marreta.

Tem uma cabeça de aço pesada. Utilize–o para bater um formão de aço ou um escopro de pedreiro ou um cinzel de furar. Use luvas e óculos de protecção.

– Maço de faces macias. Geralmente, a cabeça tem um material eliferente — como cobre, borracha ou nylon — em cada face. Um dos mais úteis é o que tem uma face de borracha mole e outra de borracha dura. Muitos têm também faces amovíveis que podem ser mudadas conforme os fins ou substituídas quando estão muito gastas. Este martelo usa-se para bater numa superfície que não se quer danificar.

– Maço. A cabeça tem as faces achatadas c é totalmente feito de madeira. Serve principalmente para bater em formões de cabo de madeira.

– Martelo de forja. Tem uma cabeça que pode pesar até 9 kg, com um cabo comprido para trabalhos pesados.

Como escolher o tipo de martelo adequado à obra :

Certifique-se de que tem o martelo adequado antes de começar um trabalho; utilize martelos de orelhas, de estofador e de pena para trabalhos leves de carpintaria; martelos de bola para trabalhos em metal; maços de madeira de face macia em superfícies que se estraguem facilmente, e martelos pesados, como o de pedreiro ou o de forja, para demolir uma parede de tijolo, colocar postes e trabalhos semelhantes. Tem modelos com cabeças semelhantes às do martelo de bola, de pena e com faces achatadas.

– Martelo de Forja. Podem dar-se pancadas mais leves segurando o martelo mesmo por baixo da cabeça e deixando cair esta no objecto a ser martelado. Para golpes mais fortes, segure-o quase pela extremidade do cabo e balance-o como um machado.

Como reparar um martelo Cabeça solta. Nos martelos mais antigos, o cabo pode encolher e as cunhas de aço ou de madeira dura ficarem frouxas. Se as cunhas de madeira estiverem frouxas, retire-as, aplique cola para madeira à prova de água e coloque-as de novo. No caso de cunhas de aço, meta lascas de madeira dura nos espaços e volte a martelar as cunhas.

Cabo danificado :

Se o cabo estiver rachado ou muito danificado, prenda a cabeça do martelo num torno e abra furos no cabo para tornar mais fraco o aperto das cunhas. Se possível, sacuda a madeira que ficou. Se ela não sair, retire-a com um formão para madeira fina e um maço.

Leve a cabeça do martelo a uma loja de ferragens e compre um cabo novo de tamanho adequado. Pode ser preciso lixá-lo para ficar bem apertado. Se o cabo não tiver ranhuras para levar cunhas, prenda-o num torno e, com um serrote, faça cortes na extremidade superior.

Coloque a cabeça no cabo; em seguida, bata a outra extremidade do cabo, dando-lhe umas pancadas contra uma superfície dura para introduzir o cabo na cabeça. Serre o excesso de madeira que tenha ficado acima da cabeça e aplique as cunhas de modo a ficarem ao nível do topo do cabo.


Adicionar Comentário