Como planear e fazer as suas mudanças

Comece a planear a sua mudança logo que tenha estabelecido a data. Principie por desfazer-se de todos os artigos que já não quer: envie para obras dè caridade e vendas de beneficência os que ainda estejam em razoáveis condições e deite o resto para o lixo ou contacte os serviços municipais, que podem dispor de um serviço de recolha especial.

Se não quiser contratar uma empresa de mudanças, pode alugar uma carrinha ou uma camioneta de transporte e ocupar-se pessoalmente da mudança, se possível com a ajuda de amigos ou da família. Há carrinhas ou camionetas de diferentes capacidades que pode alugar numa base diária. Tenha atenção à capacidade escolhida, pois uma carta de condução de veículos ligeiros só lhe permite conduzir viaturas até 3,5 t.

Calcule cuidadosamente o tamanho do veículo de que tem necessidade e tente fazer toda a mudança de uma só vez. Entregando-o logo a seguir.

Conte com bastante tempo para a carga e descarga, que levam sempre mais tempo do que o previsto, e para as deslocações.

Contudo, se quiser fazer a mudança de todo o recheio de uma casa, recorra a uma empresa do ramo. Prefira uma que lhe tenha sido recomendada; em alternativa, procure nas Páginas Amarelas, sob o título «Mudanças».

Como planear custos e obter orçamentos

A empresa de mudanças contactada enviará um orçamentista para decidir a capacidade necessária da camioneta. Indique-lhe com exactidão os artigos a mudar para evitar viagens fora do orçamento, que implicam uma enorme sobrecarga de custos.

Passe revista à casa com o orçamentista, apontando todos os acessórios que vai deixar ficar — como carpetas, alcatifas ou cortinados. Ele avisará os funcionários encarregados da mudança, mas, como precaução extra, coloque em todos os artigos que ficam uma etiqueta com uma inscrição do tipo «Não levar».

Algumas empresas de mudanças encarregam-se da embalagem dos artigos mediante um preço que pode valer a pena pagar, caso não tenha disponibilidade de tempo. Combine esse assunto com o orçamentista.

Se quiser aproveitar as suas alcatifas, pergunte se a empresa possui pessoal especializado para as retirar e se o podem fazer antecipadamente, ou se terá de ser você a fazê-lo, pois normalmente, no dia da mudança, o pessoal da empresa limita-se a enrolar e a transportar as alcatifas. Na casa nova, e se a empresa de mudanças não puder ocupar-se desse trabalho, chame um profissional para assentar as alcatifas.

Marque a data e duração da mudança com o orçamentista e faça um seguro que cubra todos os artigos transportados, desde o local de carga até ao ponto de descarga, incluindo qualquer eventual período de armazenagem. Geralmente, as empresas de mudanças oferecem um seguro numa determinada percentagem sobre o custo da mudança; no entanto, poderá ser mais rentável obter uma extensão temporária do seguro do recheio da sua casa, no caso de o possuir.

A empresa de mudanças enviar-lhe-á um orçamento por escrito; verifique-o cuidadosamente quanto a datas e prazos da mudança e depois confirme a sua aprovação e peça à empresa que o faça por escrito. Depois de tudo acordado por escrito, o documento transforma-se num contrato, cujos termos não podem ser alterados, excepto ao abrigo de qualquer disposição especial incluída no próprio contrato. Confirme que estas excepções são justas e razoáveis antes de assinar o documento.

Como embalar sem estragar

Arranje caixotes grandes ou utilize caixotes da empresa de mudanças, se esta os fornecer, para arrumar loiça fina e objectos de cristal e vidro embrulhados em folha dupla de papel de jornal. Junte várias caixas de cartão forte para outros artigos e sacos de plástico grandes para toalhas, roupa de cama. cortinas e cortinados. Tire as cortinas, cortinados, quadros, candeeiros de tecto e apliques e desmonte as peças de mobiliário em módulos ou desmontáveis.

Arrume o vestuário em malas e sacos ele viagem,  mas deixe nas gavetas os artigos pequenos. Para transportar plantas envasadas, forre o fundo de uma caixa de cartão com folha de alumínio. Regue abundantemente as plantas e coloque-as dentro do caixote no dia da mudança.

Os animais de estimação não podem ser transportados no camião de mudanças. Leve gatos em cestos ou caixotes e pássaros nas suas gaiolas, tendo o cuidado de levar estas sempre direitas. Meta peixinhos dourados num saco de plástico que contenha dez vezes mais ar que a quantidade de água. Os peixes tropicais também podem ser metidos dentro de sacos de plástico, mas deve colocar os sacos dentro de caixas de cartão e preencher os espaços com tiras ou grânulos de esferovite para manter a temperatura.

mudancas

Os equipamentos delicados, como a aparelhagem de alta fidelidade, o vídeo e a câmara de filmar, o computador e seus acessórios, devem ser guardados, se possível, nas embalagens de origem; em alternativa, arranje caixas onde os aparelhos caibam quase sem folgas e guarde-os embrulhados em jornais.

Esvazie os frigoríficos, congeladores e arcas frigoríficas e descongele-os tão próximo quanto possível do dia da mudança. Pode não ser necessário descongelar uma arca frigorífica se não tiver que estar desligada por um período longo, pois o seu conteúdo mantém-se congelado durante cerca de oito horas. Dê indicação para que seja das últimas coisas a serem transportadas e das primeiras a serem descarregadas, de forma que possa rapidamente voltar a ser ligada.

Os aparelhos a gás com ligação à rede de distribuição, tais como esquentadores e fogões, devem ser desligados por funcionários da companhia de gás ou por um profissional. Combine com eles para que o trabalho seja feito na manhã do dia de mudança e que todas as ligações na casa nova ocorram o mais depressa possível. Chame um electricista para desligar as máquinas eléctricas. Providencie para que lhe venham contar o gás e a electricidade — ser-lhe-ão assim cobradas apenas as unidades gastas até essa altura. Se tiver telefone, notifique os serviços competentes da companhia dos telefones da alteração da sua residência. Informe-se sobre a viabilidade de transferência do seu telefone ou faça novo pedido se tal não for possível.

Entre outros serviços que terá de avisar, incluem-se a junta de freguesia, a companhia das águas, o seu patrão, o banco, as companhias emissoras dos seus cartões de crédito, as companhias de seguros, a repartição de finanças local, o centro regional de segurança social e todos os clubes e organizações de que faz parte. Entregue o título de registo de propriedade do seu automóvel na conservatória do registo de automóveis da área onde reside e a sua carta ele condução na direcção de viação local para que lhe seja averbada a nova direcção.

Dê ao carteiro a sua nova direcção ou informe-se na estação dos Correios que serve a sua área sobre as diligências que deve fazer para que a correspondência lhe seja enviada para a nova residência. Lembre-se também de cancelar todas as entregas domiciliárias (pão, jornais, etc).

Como proceder no dia da mudança

Antes do dia da mudança, trace uma planta da sua nova residência que inclua todos os quartos e salas e numere cada uma das divisões. Em seguida, numere os artigos que vão ser transportados, de modo que o pessoal encarregado da mudança saiba onde deixar cada peça. Entregue a planta ao encarregado da mudança logo que chegue o camião de transporte.

Antes de este partir, certifique-se de que o motorista conhece bem o caminho; entregue-lhe um esboço bem legível do caminho a percorrer, se ele não o conhecer, e indique-lhe os acessos ou problemas de estacionamento existentes. Caso existam restrições ao estacionamento à porta de casa, avise antecipadamente a empresa de mudanças para que esta possa solicitar a cooperação da Polícia. Entregue ao encarregado as chaves de casa se não sair à frente do camião, embora seja aconselhável estar lá primeiro, se possível.

Antes de o camião partir, proceda a uma verificação final na casa que vai deixar para ver se ficou alguma coisa esquecida. Em seguida, feche bem todas as janelas e desligue a água e a electricidade nos quadros. Deixe um recado aos novos moradores explicando o que fez, entregue as chaves ao novo locatário, à porteira do prédio, se for caso disso, à agência de imóveis ou ao senhorio.

Depois da mudança, verifique, tão rapidamente quanto possível, o estado dos artigos transportados para que possa fazer qualquer reclamação por danos ou prejuízos dentro do prazo estabelecido no contrato.


Adicionar Comentário