Como Tratar Celulite Infecciosa

Um dos males que mais atormenta as mulheres é a celulite, mas, a celulite infeciosa é causada por bactérias e desaparece após o tratamento. A celulite não infecciosa é aqueles famosos furinhos que aparecem nas regiões das coxas, bumbum e barriga e que faz com que muita gente sinta vergonha do corpo e pare de usar roupas mais curtas, vestidos e biquíni.

Mas, em alguns casos, a celulite pode se manifestar de outra maneira, fazendo com que a pele fique vermelha, irritada, inchada e muito dolorida.

Ela normalmente acontece quando uma bactéria entra em nossa pele, já que é uma infecção causada nas camadas mais profundas da pele. Normalmente, a celulite infeciosa é causada pela Staphylococcus aureus ou pela Streptococcus pyogenes. Ela também aparece normalmente nas pernas, mas também existem casos em que a infecção aparece no rosto.

Como detectar a Doença

Diferente do que pensamos, esse tipo de celulite pouco tem a ver com a que conhecemos usualmente. Ela normalmente vem acompanhada de sintomas específicos que ajudam na hora de identificar e tratar o problema, como dor no local, febre alta, inchaço, calafrios, dores fortes de cabeça, pele muito vermelha e, também, o inchaço das ínguas que ficam perto da região que está sendo afetada pela bactéria.

Em casos mais severos, os sintomas também podem ser náuseas, mal estar e vômitos, e normalmente não duram mais de 24 horas. Mas caso eles persistam, é preciso ir ao médico.

como-tratar-celulite-infeciosa

Como tratar a celulite infeciosa

O melhor é saber que esse tipo de infecção tem cura, e que o tratamento não é nenhum bicho de sete cabeças. Na maioria dos casos, o médico receita ao paciente remédios antibióticos que têm como função diminuir a dor e o inchaço, e também para evitar que a infecção caia na corrente sanguínea e, assim, o quadro acabe se agravando – além, é claro, de orientar o paciente a fazer repouso e permanecer com o membro afetada elevado.

Em outros casos, o médico também pode tratar o paciente com antipiréticos e analgésicos que vão acabar com a febre e, também, com a dor e mal estar que podem aparecer durante o processo infeccioso.

Normalmente, o tratamento da celulite infecciosa acontece durante 14 dias, mas pode ser estendido dependendo do grau da gravidade da infecção e, também, dos sintomas e dores do paciente.

Muita gente também faz junto com o tratamento alguns truques caseiros que ajudam a diminuir os inchaços dos membros afetados, como, por exemplo, compressas frias de chá de camomila durante alguns minutos e, pelo menos, três vezes ao dia. Mas, em alguns casos, isso acaba piorando a lesão. Por esse motivo, é sempre bom consultar o médico e perguntar se é indicado realizar o procedimento.

Depois do tratamento, a pele volta ao aspecto normal e não apresenta manchas e nem vermelhidão. Se a pele se manchar ou escurecer, é possível fazer tratamento com o dermatologista para que ela volte ao normal, mas isso não é usual e aparece apenas em casos mais graves da doença e se o paciente não tratar da celulite infeciosa da maneira correta ou não fizer repouso.


Adicionar Comentário