Planta Medicinal Angélica

NOME BOTÂNICO da Angélica: Angelica officinalis(Moench)

PARTE da Angélica UTILIZADA: Raiz, folha e talo

AÇÃO – INDICAÇÃO – PROPRIEDADE

Estimulante, aromática, carminativa, diurética, emenagoga, espasmolítica, calmante, antigripal,  anti-reumática, tussígena, topicamente: antiinflamatória (folhas).

Problemas digestivos, flatulências, cólicas, falta de apetite, diurético, depurativo do sangue. A angélica é um amargo aromático, útil nas dispepsias por secreção insuficiente do suco gástrico, para os problemas crônicos estomacais, intestinais e biliares.

Contém algumas furocumarinas, compostos fototóxicos, mutagênicos e até carcinogênicos. Não recomendado para diabéticos. Pessoas sensíveis ao produto e na gravidez. Pessoas com úlcera gástrica ou intestinal.

planta-medicinal-angelica

DOSAGEM / MODO DE USAR A Planta Medicinal Angélica

Uso interno:
Folha: 2 a 5 g três vezes ao dia por infusão.
Extrato fluido em álcool 25%: 2 a 5 ml três vezes ao dia.
Raiz: decocto a 5%: Tomar 1 xícara após as refeições.
Tintura (1/5): 20 a 50 gotas, 15 minutos antes das refeições, três vezes ao dia


Adicionar Comentário