Como usar e escolher lentes de contacto adequadas aos seus olhos

Hoje em dia, existem muitos tipos de lentes de contacto para satisfazer as necessidades de cada um. Ao decidir qual escolher, deve tomar em consideração dois aspectos importantes: o conforto e a conveniência. Antes de tomar uma decisão, é importante também procurar um conselho especializado. Consulte o seu oftalmologista, que poderá enviá-lo a um especialista qualificado em lentes de contacto, com um diploma de contactologista. A seguir indicam-se os principais tipos de lentes que ele poderá receitar:

Lentes rígidas

Foram as primeiras a surgir no mercado, sendo as mais acessíveis e duradouras. Menos facilmente riscáveis do que as permeáveis ao gás, são de longa duração e de limpeza e manutenção fáceis. Têm tendência a saltar ou a deslocar-se do centro. As lentes rígidas acrílicas também não permitem boa lubrificação e impedem o oxigénio de chegar à córnea, o que pode provocar irritação. A adaptação a estas lentes leva geralmente um mês ou mais, sendo o seu tempo de utilização gradualmente prolongado.

Lentes hidrófilas

Mais dispendiosas, flexíveis e confortáveis, são geralmente feitas de plástico que absorve a água e permitem uma certa oxigenação dos olhos. Sendo maiores do que as lentes rígidas, são mais estáveis, cobrindo uma grande área do olho e estendendo-se até debaixo da pálpebra. Estas lentes têm a desvantagem de proporcionar menor clareza de visão do que as lentes rígidas; além disso, são mais frágeis, danificando-se mais facilmente, e em geral só duram um ano ou dois. Exigem limpeza frequente em soluções especiais, de que pode resultar uma despesa anual superior à que ocorre com as anteriores.

Lentes de uso prolongado

Este tipo de lentes hidrófilas permite alguma oxigenação dos olhos, dando a quem as usa a possibilidade de as manter colocadas mais tempo – possivelmente até 30 dias. No entanto, a maior parte dos especialistas recomenda que sejam removidas com alguma frequência para limpeza. Estas lentes são especialmente úteis para pessoas com dificuldade em manejar lentes de contacto — pessoas com artrite nos dedos, por exemplo.

Lentes permeáveis ao gás

Estas lentes combinam algumas das melhores características das lentes rígidas e das hidrófilas. São quase tão rígidas como as lentes rígidas convencionais e proporcionam uma visão excelente. Algumas marcas, embora não muitas, permitem melhor oxigenação dos olhos do que as melhores lentes hidrófilas. Embora mais duradouras do que estas, são no entanto bastante quebradiças e menos resistentes aos riscos do que as lentes rígidas, necessitando de mais limpeza. Eis alguns conselhos para potenciais utilizadores de lentes de contacto:

Cuidados com as lentes

Utilize as soluções de limpeza e conservação recomendadas para as suas lentes. Não as guarde em água, pois pode provocar uma infecção nos olhos.

Como recolocar uma lente que se deslocou

Revire o olho em direcção à lente. Pressione a pálpebra levemente, de modo a empurrar a lente para o lugar.

Como encontrar uma lente perdida

Para encontrar uma lente rígida, dirija o foco de uma lanterna para o local onde a perdeu: a lente reflectirá o feixe luminoso. Uma lente pode saltar para uma grande distância, por isso estenda a sua busca a uma área de vários metros quadrados se não a conseguir encontrar onde supunha que ela estivesse. Se necessário, tape com uma meia ou collants a abertura do tubo de um aspirador e aspire a área; a lente ficará presa nas malhas finas da meia.

lentes-de-contacto


Adicionar Comentário