Como se acalmar em situações de stress

Quem não sentiu já, antes de enfrentar determinadas situações ou tarefas, uma sensação de medo ou um estado de ansiedade e tensão? Até os actores veteranos experimentam ainda momentos de pânico antes de cada representação. Muitas pessoas sentem-se enjoadas, transpiram ou tremem antes de um exame ou uma entrevista importante. Este tipo de nervosismo, embora desagradável, não é medicamente grave. No entanto, se as crises forem tão fortes que o impeçam de fazer algo relativamente simples ou surgem sem causa aparente, consulte o seu médico. Se tem propensão para o nervosismo, esforce-se por levar durante as semanas que precedem um acontecimento que o preocupa uma vida saudável e equilibrada. Coma e beba a intervalos regulares com moderação e evite estimulantes como café forte. Faça exercícios leves regularmente e durma bastante. Arranje tempo para relaxar e se entregar a passatempos agradáveis. Tente perspectivar o acontecimento. Se jogar mal um desafio de ténis ou se engasgar num discurso, o seu valor como pessoa não fica grandemente afectado: o pior que se pode dizer é que tentou fazer uma coisa e não foi bem sucedido, o que acontece a qualquer pessoa. Não permita que o acontecimento que se aproxima assuma proporções desmesuradas. Se se trata de um acontecimento realmente significativo — como um exame, por exemplo —, procure encarar serenamente hipóteses alternativas se as coisas correrem mal. Talvez possa apresentar-se a exame na próxima época ou prosseguir os seus estudos de outra forma.

Como relaxar

 O controle da respiração e os exercícios de relaxamento são frequentemente utilizados para ajudar a superar crises de nervosismo. Estas técnicas, parte essencial do ioga e de vários tipos de meditação, são ensinadas na preparação para o parto e a doentes que sofrem do coração. Algumas delas são simples e podem ser praticadas em qualquer altura, sem as outras pessoas notarem.

Álcool e drogas — tomar ou não?

Uma pequena bebida, por exemplo, pode ajudá-lo a relaxar antes de fazer um discurso, mas em muitas circunstâncias, entre as quais uma entrevista para um emprego ou um exame de condução, o álcool é claramente contra-indicado. O excesso de álcool prejudica a sua actuação, e o hábito de tomar «uma bebidinha para acalmar os nervos» pode conduzir ao alcoolismo. Nunca tome tranquilizantes ou outras drogas, a não ser por receita médica, e nesse caso só nas doses recomendadas. Se lhe for prescrito um tratamento curto de tranquilizantes, não o interrompa sem falar com o médico e não misture os medicamentos com álcool.

Aprenda a esconder os sintomas

No dia do acontecimento que lhe provoca esse estado de ansiedade, durma uma pequena sesta. Programe o seu tempo para não chegar cedo demais, de forma a não ter possibilidade de ficar a remoer a sua preocupação, nem tarde, ofegante e a transpirar. Certifique-se de que tem consigo todo o equipamento ou documentos de que vai precisar e que estão em ordem. Se for necessário falar, tente fazê-lo com clareza e devagar e recorra, se for caso disso, aos exercícios respiratórios. Não coma as palavras nem fale entre dentes — se falar depressa demais, pode perder a sua linha de pensamento. Muitas pessoas ficam com as mãos a tremer quando estão nervosas, mas, em geral, esse sintoma passa à medida que o acontecimento se vai desenrolando. Entretanto, agarre ao de leve os braços da cadeira ou a borda da mesa, se estiver de pé. Dependendo das circunstâncias, e se achar que isso o ajuda, beba pequenos goles de água ou chupe um rebuçado.


4 comentários

  1. Isidro Miguel Costa 16 de Novembro de 2012
  2. Maxencio Pereira da Silva 8 de Julho de 2013
  3. Jorge Rodrigues 20 de Julho de 2013
  4. Franco Carlos 29 de Outubro de 2013

Adicionar Comentário