Como evitar e tratar as alergias mais frequentes

As alergias manifestam-se sob diferentes formas, incluindo a rinite alérgica, a asma, o eczema e a urticaria. A alergia surge quando o organismo reage a uma substância ou substâncias em relação às quais está sensibilizado. Essas substâncias são designadas por antigénios e são geralmente inaladas, introduzindo-se assim nos pulmões, ou ingeridas com a alimentação ou por contacto físico.

alergias-frequentes

O organismo defende-se dos antigénios produzindo os chamados anticorpos, e a «batalha» entre antigénios e anticorpos desencadeia nas células vizinhas a produção de certas substâncias químicas, tais como a histamina. Esta e outras substâncias químicas provocam as reacções alérgicas — daí o termo «anti-histamínicos» por que são designados alguns dos medicamentos mais vulgarmente utilizados para combater as alergias.

 

Os antigénios que mais frequente­mente provocam essas reacções são, entre outros, o pólen, o pêlo de animais, os ácaros e uma longa lista de alimentos: corantes e aditivos alimentares, mariscos, ovos, chocolate, queijo e muitos outros. Os sintomas da alergia são erupções cutâneas, corrimento nasal, olhos lacrimejastes, espirros, prurido, pápulas (isoladas ou em grupos), dificuldades respiratórias, tumefacção dos olhos, dos lábios ou da língua e vergões na pele.

 

As pessoas alérgicas, que, por vezes, nem sabem qual a origem da sua aler­gia, podem frequentemente ser tratadas com êxito pelo médico. Depois de se fazerem determinados testes para descobrir a causa da alergia, o médico recei­tará o tratamento adequado.

 

No entanto, o melhor tratamento consiste em evitar a causa. Se esta for o pêlo de animais, tente evitar o contacto com cães e gatos. Se forem os ácaros que vivem nos cobertores, na crina dos colchões e nas penas das almofadas e edredões, o remédio consistirá em utilizar almofadas e edredões de poliéster, colocar o colchão dentro de uma capa de plástico e aspirar todos os dias a roupa da cama.

 

Os medicamentos anti-histamínicos são eficazes para o tratamento da rinite alérgica e das erupções cutâneas: um único comprimido pode atenuar o prurido provocado pela urticaria ao fim de uma hora. No entanto, alguns anti-histamínicos podem causar sonolência, pelo que não devem ser tomados quando se vai conduzir um automóvel ou trabalhar com máquinas.

As pessoas que sofrem de asma ou de rinite alérgica podem tomar um medicamento à base de cromoglicato de sódio para evitar as crises; no entanto, depois de a alergia se ter manifestado este medicamento já não é eficaz. Existe sob a forma de cápsulas para inalação e aerossol.

Os asmáticos podem conseguir alívio imediato utilizando um broncodilatador. Estes medicamentos, pulverizados ou vaporizados pelo nariz ou pela boca, dilatam os brônquios. Um tratamento regular com um produto contendo cortisona contribui para evitar o agrava­mento das alergias respiratórias e reduz a tumefacção e a inflamação das vias respiratórias.

 

O que deve e não deve fazer

 

Tome nota de qualquer substância que lhe tenha provocado uma alergia e anote também a reacção que desencadeou em si. Essas indicações ajudarão o médico a fazer o diagnóstico. Tente determinar as circunstâncias em que se manifesta a alergia. A asma que só se manifesta na Primavera sugere que o problema pode derivar do pólen das flores. Uma erupção na cintura pode ser causada por um elástico no cós. Após ter identificado a causa, tente evitá-la. Se é alérgico a alguns alimentos, verifique sempre os ingredientes dos alimentos enlatados. Lembre-se de que um bebé pode herdar a asma ou o eczema alérgicos.


One Response

  1. Joao 17 de Junho de 2011

Adicionar Comentário