Como ajudar um jovem toxicodependente

De uma forma mais ou menos simplificada, podemos definir “droga” como qualquer substância que cause habituação. Clinicamente, o seu significado remete para um medicamento utilizado no combate a uma doença. Contudo, existem situações de abuso de droga que conduzem a severas complicações e alterações comportamentais, algumas bastante graves, com as quais é difícil de lidar.

Os jovens são dotados de uma curiosidade natural, pelo que esta é uma idade em que normalmente podem desejar experimentar as chamadas “drogas ” da moda, especialmente quando oferecidas por um amigo.

O factor mais importante a ter em conta no tratamento do abuso de drogas é o diagnóstico precoce. Quanto mais prolongado for o período de consumo, também mais profundo será o problema e aplicação de tratamento. Por isso, é preciso saber que medidas adotar desde cedo para ajudar um jovem toxicodependente.

 

 

Não é fácil reconhecer um consumidor de drogas nas fases iniciais. Normalmente o toxicodependente apresenta sintomas ligeiros e tenta camuflar a situação. Contudo, se desconfia que o jovem está com problemas, pode começar por adotar as seguintes medidas:

  • Comece por tentar estabelecer uma relação de confiança com o jovem. Esta deverá ser sempre a sua primeira medida, pois uma forma de aproximação demasiado autoritária ou intempestiva poderá ter o efeito contrário ao que se pretende.
  • Avalie a situação cuidadosamente. Por vezes, dependendo do grau de gravidade do vício e das drogas usadas, é preciso também utilizar as medidas adequadas a essa situação e que não sejam demasiado extremas. O consumo de droga pode não ser particularmente exagerado e adotar medidas extremas pode incentivar no jovem um agravamento da situação.
  • As drogas, frequentemente, podem causar efeitos físicos e psicológicos indesejáveis, pelo que, eventualmente, poderá ser necessário também alguma orientação médica ou psiquiátrica.
  • Em casos mais graves, de consumo já bastante prolongado, pouco se poderá fazer para alterar o comportamento do jovem toxicodependente se ele assim não o desejar. O abandono do hábito  de consumo da droga exige por parte do toxicómano uma forte vontade de abstenção. Deve tentar detectar-se o mais cedo possível o consumo de drogas e discutir com o jovem a questão do abuso das mesmas, antes que ele crie dependência.
  • Em casos mais graves, que exijam tratamentos em clínica,o tratamento da dependência física limita-se, muitas vezes, à prescrição de pequenas quantidades de droga, frequentemente sob a forma de substitutos menos prejudiciais.
  • O consumo da droga pode ser encarado como sintoma de uma desadaptação na vida do jovem. Este consumo pode ser utilizado pelo jovem para fazer face aos seus problemas ou como um mecanismo de compensação. É por esta razão que é tão importante ganhar a confiança  logo no inicio do processo de ajuda do jovem toxicodependente, de forma a identificar as razões que o podem ter levado a adotar este comportamento destrutivo.

Adicionar Comentário