Como actuar em situação de hipotermia

A hipotermia, diminuição da temperatura do organismo inferior a 35-3ó°C, regista-se mais frequentemente em recém-nascidos e pessoas de idade. Os sintomas incluem apatia, arrepios, cãibras, voz pastosa, andar vacilante e confusão mental. Mas o sintoma principal da hipotermia é a pele ficar mortalmente fria mesmo as partes do corpo que normalmente estão sempre quentes, como as axilas e o estômago. Se a hipotermia não for diagnosticada e tratada, pode provocar inconsciência, seguida de lesões cerebrais e morte.

Nos bebés (principalmente os prematuros), a causa é, a maioria das vezes, um deficiente aquecimento do quarto de dormir durante a noite, mas é difícil de reconhecer porque a pele torna-se avermelhada. Nas pessoas de idade, a hipotermia é geralmente resultado de uma alimentação, vestuário e aquecimento insuficientes no tempo frio.

Como actuar se suspeitar de hipotermia

Chame imediatamente uma ambulância. Mude a vítima para uma divisão aquecida, se possível, deite-a (na posição lateral de segurança se estiver inconsciente) e envolva-a num cobertor.

Não massaje os membros nem lhe sugira que faça exercício, pois isso apenas retiraria sangue dos órgãos vitais. Se a vítima estiver consciente, dê-lhe uma bebida quente e açucarada, como, por exemplo, leite. Não dê bebidas alcoólicas, pois faz baixar a temperatura do corpo.

Se a ambulância tardar, envolva uma botija de água quente numa toalha e encoste-a ao tronco da vítima, e não aos braços ou pernas.


Adicionar Comentário