AUSÊNCIA DE LNA OU ÓMEGA 3 NA DIETA É FATAL

Um ácido graxo essencial é o ácido alfa linolênico, que é um ômega-3. Encontrado mais em peixes ou sementes de linhaça, é importante na redução do risco de doenças coronarianas. Os estudos mostram que indivíduos que consomem quantidades adequadas desse óleo apresentam menor incidência de doenças cardíacas. Tem ação importante na prevenção da arteriosclerose e dos riscos cardíacos, pois diminui a adesividade plaquetária. O ômega-3 também diminui triglicérides, colesterol e reações inflamatórias. Existem evidências de que a deficiência de Ômega-3 está associada a vários problemas de pele, artrite, rigidez articular, depressão, síndrome pré-menstrual, fobias, problemas prostáticos, enxaquecas.

 

As principais pesquisas em relação à eficiência do Ômega-3 em nível de tratamento e prevenção de doenças cardiovasculares mostram o seguinte:

  1. Gorduras sangüíneas: Ômega-3 reduz com muita eficiência os triglicérides e com menor eficiência o colesterol.
  2. Pesquisadores da Universidade de Oregon demonstraram em estudo com dez pacientes que apresentavam triglicérides muito elevados, queda dos valores laboratoriais de 1.353 mg/dl para 281 mg/dl em quatro semanas depois de iniciado o tratamento. Em relação ao colesterol, a queda de valores nesse período foi de 373 para 207.
  3. Coagulabilidade do sangue: esse é o maior benefício em nível cardiovascular, a melhora de coagulabilidade e fluxo sangüíneo. Aceita-se que uma coagulação anormal do sangue é condição importante no processo de obstrução arterial, podendo levar a infartos e derrames. Os ômega-3 reduzem a produção de substâncias muito lesivas, conhecidas como

tromboxano A2, que estimula a coagulação anormal do sangue, aumentando os riscos já mencionados.

Por muitos anos, pacientes cardíacos e a população em geral usam uma aspirina (ou menos) por dia para melhorar a viscosidade sangüínea. A aspirina ave como Ômega-3, reduzindo o tromboxano A2, mas também bloqueia a produção de prostaglandina I3, que é benéfica.

4. Fluxo sangüíneo: o Ômega-3 reduz a viscosidade do sangue, permitindo melhor fluxo de sangue, mais livre e com menor tendência de formar coágulos indutores de obstruções.

DEFICIÊNCIAS DE LNA (ÔMEGA 3) LNA – SINTOMAS DE DEFICIÊNCIA (3)

  • Retardo no crescimento
  • Fraqueza
  • Distúrbio visual e no aprendizado
  • Incoordenação motora
  • Formigamento e tremores nos braços e pernas
  • Mudança comportamental
  • Triglicérides f
  • PA |
  • Agressão plaquetária
  • Inflamação
  • Edema
  • Pele seca
  • Deterioração mental
  • Taxa metabólica f
  • Disfunção imunológica

 


Adicionar Comentário