Decorar um tecido usando cera e tinta

Há mais de 1400 anos que os povos do Sueste Asiático pintam em tecido desenhos atraentes e por vezes muito vistosos utilizando o batik  técnica segundo a qual se cobrem de cera as zonas de tecido que se pretendem manter inalteradas antes de mergulhar toda a peça em tinta. Quando se retira a cera, as áreas cobertas aparecem na sua cor original. 

O tecido mais apropriado para trabalhar com batik é o algodão liso de cor ciara, embora a seda também seja muito utilizada. As fibras sintéticas não tingem particularmente bem. E as sedas finas podem não agarrar a tinta. A lã espessa também não é muito adequada, pois só dificilmente deixa penetrar a tinta. 

Se o tecido for novo. Lave-o em água quente e sabão e passe bem por água para lhe retirar toda a goma um aditivo usado frequentemente para encorpar o tecido; em alguns casos, pode ter de repetir o processo. Quando o tecido estiver macio e sem goma, deixe-o secar e passe-o a ferro. Em seguida, prenda-o com punaisesou tachas a uma armação de madeira, de forma a ficar bem esticado, e desenhe o motivo com um lápis macio. 

Preparação da cera 

A cera deve estar suficientemente quente para poder ser espalhada com facilidade, mas não tanto que escorra através do tecido, Para a preparar, junte 5 colheres de sopa de cera de abelha a 450 g de parafina sólida e aqueça a mistura em banho-maria até atingir os 77″C. Mantenha a temperatura até à altura de aplicar. 

Para dar a cor, use apenas tintas de água fria, que não amolecem a cera quando entram em contacto. Se quiser pintar com mais que uma cor, comece pela cor mais clara. Prepare a tinta seguindo as instruções do fabricante. 

Aplique a cera quente com um pequeno pincel de cerda ou pêlo de marta sobre as áreas que, na primeira fase não quer pintar. Para desenhar linhas muito finas, use um tjanting, uma caneta especial que se enche mergulhando na cera. Seguidamente, retire o tecido da armação e deixe-o de molho na tinia durante 20 minutos. Passe bem por água fria e deixe secar. 

 

Cubra a tábua de passar a ferro com um jornal e coloque por cima uma camada de papel absorvente. Sobre este ponha o tecido e novamente uma camada de papel absorvente.

Com um ferro a seco regulado para uma temperatura ligeiramente inferior à que se usa para o algodão, engome o tecido dos dois lados, substituindo o papel absorvente à medida que vai ficando impregnado de cera passar a ferro.

Segunda cor. Se quiser usar mais do que uma cor, prenda de novo o tecido na armação, aplique a cera nas zonas que não pretende pintar, retire da armação e mergulhe-o na nova solução de tinta, tal como fez anteriormente. 

Passe por água e deixe secar antes de  tirar a cera.

Depois de prontos, os tecidos que foram pintados usando a técnica do batik elevem ser limpos a seco para retirar quaisquer restos de cera, a menos que se destinem a cortinados; neste caso, os resíduos de cera darão corpo ao tecido.

As lavagens frequentes fazem desbotar as cores.


One Response

  1. Sueli Regina 31 de Janeiro de 2014

Adicionar Comentário