Recepção dos programas e aquisição do equipamento

Numerosos programas desportivos, fil­mes, noticiários, programas estrangeiros e infantis são hoje em dia transmitidos em toda a Europa por várias estações e empresas através de dois satélites de televisão.

Para receber esses programas, são necessários uma antena parabólica para interceptar os sinais do satélite  um posicionador interno para alterar o ângulo da parabólica, permitindo mudar de um satélite para outro; um receptor sintonizado para os diferentes canais, e um aparelho de televisão. O receptor e o posicionador são seme­lhantes em tamanho e forma à maioria

dos GRAVADORES DE VÍDEO.

Como os sinais dos satélites são ainda relativamente fracos, a parabólica deve ter 1,20-1,80 m de diâmetro para per­mitir uma boa recepção e estar assente sobre betão. Certifique-se de que no enfiamento da antena não existem árvo­res, sebes ou postes de iluminação que possam bloquear os sinais e provocar interferências na imagem.

Se pretende comprar o equipamento de televisão por satélite para você pró­prio montar, consulte um técnico, pois a posição e a instalação correctas são vitais para uma boa recepção. Cerca de 95% das parabólicas montadas em Por­tugal têm sistemas de focagem Prime focus; o sistema Offset, de maior rendi­mento, é de mais difícil instalação.

A parabólica está ligada por um cabo ao receptor e ao posicionador; do receptor parte um outro cabo que se liga ao aparelho de televisão através da tomada da antena ou, para melhor recepção, da tomada de entrada do vídeo ou áudio. O controle de canais do receptor deve estar correctamente ajustado quando o sistema for instalado.

Custos. O equipamento e a instalação deste sistema são bastante dispendiosos, mas é natural que os preços venham a baixar com a introdução de parabólicas mais pequenas, à medida que forem lançados novos satélites com sinais mais fortes. Se reside num prédio de aparta­mentos, faça um pequeno inquérito junto dos seus vizinhos e verifique se existem mais pessoas interessadas na aquisição de uma antena parabólica, o que permi­tiria que todos usufruíssem de um mesmo benefício com menores custos.

Regulamentação e licenciamento.

Em instalações privadas e até 3 m de diâmetro, sem utilização da via pública, não é necessário licenciamento. Em todos os outros casos, deve apresentar um pedido e um plano de instalação aos CTT, entidade que concede a licença e aprova o plano, Em caso de dúvida, consulte a Companhia Portu­guesa Rádio Marconi, representante do Intelsat em Portugal.


Adicionar Comentário