Como verificar pneus do automóvel

Verifique os pneus do seu automóvel pelo menos duas vezes por mês e sempre antes de fazer uma viagem. A lei exige que a profundidade mínima do piso seja de 1 mm (v. também segurança do automóvel, teste de), mas, para além disso, deve ter-se em consideração que a utilização de um automóvel com pneus em mau estado constitui um perigo para os seus ocupantes e para quem quer que circule na estrada. Desmonte periodicamente os pneus e verifique se existem sinais de desgaste ou outros danos nas paredes interiores.

Como inspeccionar o piso e as paredes dos pneus

Verifique se há danos no desenho do piso ou se este apresenta um desgaste excessivo. Um desgaste anormal das ranhuras do piso é sinal de que os pneus estão velhos e devem ser substituídos.

Retire as pedras c grãos de saibro, pregos ou tachas que possa encontrar.

Como verificar a pressão dos pneus

A pressão dos pneus em Portugal é indicada em libras por polegada quadrada (por exemplo, 24 psi significa que em cada polegada quadrada a pressão é de 24 libras). Faça-o todos os 15 dias e sempre antes de uma longa viagem. A utilização dos pneus com uma pressão inadequada, especialmente se demasiadamente baixa, provoca o desgaste rápido das lonas e afecta a condução. Faça esta verificação com os pneus frios, pois a pressão interior aumenta quando estão quentes. Encha os pneus com a pressão recomendada pelo fabricante.

Os pneus do mesmo eixo devem ter a mesma pressão. Aumente a pressão dos pneus, de acordo com as indicações do fabricante, antes de transportar uma carga pesada, fazer um reboque ou se for conduzir a alta velocidade. Geralmente, aumenta-se a pressão dos pneus traseiros de 4 a 6 psi para transporte de carga ou reboques e de 3 a o psi em todos os pneus para condução a alta velocidade.


Adicionar Comentário