Como tratar bolhas

As bolhas nas mãos ou nos pés são geralmente causadas por fricção. Quando se calçam sapatos mal ajustados aos pés, é frequente surgirem bolhas nos calcanhares ou nos dedos; nas palmas e nos dedos das mãos podem aparecer devido ao prolongado manuseio de ferramentas por pessoas que não estão habituadas a usá-las. As queimaduras, as substâncias que irritam a pele e as picadas de insectos podem igualmente provocar bolhas.

O tratamento em casa consiste em evitar a fricção, lavar a área afectada com água morna e sabão e aplicar uma compressa seca. A cura pode demorar uma semana ou mais tempo se a pele por baixo ela bolha estiver lesada ou infectada.

Não rebente deliberadamente uma bolha, a não ser que lhe cause grande incomodo, pois só aumentará o risco de infecção. O fluido será reabsorvido naturalmente e a bolha acabará por desaparecer. Contudo, se rebentar acidentalmente uma bolha, exponha-a o mais possível ao ar, e só deverá cobri-la com uma ligadura se houver risco de penetração de sujidade. Se decidir rebentar uma bolha que lhe provoca dores, comece por lavar bem as mãos na área afectada. Aqueça depois à chama uma agulha fina, deixe-a arrefecer, sem lhe limpar a fuligem nem tocar na ponta, encoste-a à pele e perfure primeiro um lado da bolha e em seguida o outro. Carregue ao de leve na bolha com algodão, limpe a zona e aplique um penso rápido. Se uma bolha infectar ou surgirem bolhas sem causa aparente, consulte um médico.

As bolhas nas mãos ou nos pés são geralmente causadas por fricção. Quando se calçam sapatos mal ajustados aos pés, é frequente surgirem bolhas nos calcanhares ou nos dedos; nas palmas e nos dedos das mãos podem aparecer devido ao prolongado manuseio de ferramentas por pessoas que não estão habituadas a usá-las. As queimaduras, as substâncias que irritam a pele e as picadas de insectos podem igualmente provocar bolhas.

4 comentários

  1. Jonatas Ariel 23 de Setembro de 2012
  2. Izabeli Diniz 10 de Março de 2013
  3. Natalia Dornas 30 de Abril de 2013
  4. Fábio 24 de Maio de 2013

Adicionar Comentário