Como fazer um comunicado

Falar. Uma das mais básicas capacidades humanas e, mesmo assim, uma das mais complexas e difíceis de desenvolver a nível técnico. São precisas certas qualidades para falar bem, eloquentemente. Não é para qualquer um e envolve algum treino e intelectualidade.

Se vai fazer um comunicado, o primeiro passo é escrever o comunicado. Atirar-se de cabeça não é opção, o mais certo era engasgar-se e ficar sem saber o que dizer. Vá ao seu poço interior de intelectualidade e arranque de lá as melhores palavras que conseguir.

Seguem-se algumas dicas de como fazer um comunicado.

 

comunicado

 

Dicas

  •             Determine o estilo do comunicado. Irá comunicar de forma aberta ou de forma mais técnica e respeitosa? Tenha isso em  conta ao elaborar o seu comunicado. A maior parte das vezes é pedido um comunicado com linguagem técnica, por isso esteja bem preparado. Além disso, ambas as palavras e a voz terão que estar ao mesmo nível.
  •             Pratique várias vezes em  frente ao espelho. Se não soar bem, oriente as palavras até que saia um discurso perfeitamente fluente, a prática é tudo nesta área.
  •             Pratique de novo, mas com uma pessoa bem diante de si, a qual lhe poderá indicar por que o seu discurso está ou não a funcionar. Tome essas dicas e lembre-se delas cada vez que praticar.
  •             Tente não prolongar demasiado o discurso. Claro, dá gosto ouvir alguém mas, quando se demora, uma pessoa começa a virar o olhar, a distrair-se, sem querer saber mais do resto do paleio. Mantenha o discurso com um tamanho médio, conciso, sem enrolar.
  •             Livre-se de estar nervoso na altura de discursar, ou é garantido que vai fazer figuras tristes perante o público. Acalme-se, beba um copo de água. Afinal de contas, já praticou bastante antes, não há razão para se afligir agora.
  •             Exponha a sua voz alto e bom som. Assim é que se faz um comunicado poderoso, chamando a atenção, expressando-se com um forte alcance de voz. Isto evitará ainda que a pessoa se distraia, “puxando-a” com a sua voz de alta magnitude.
  •             Caso se engasgue ou tussa, peça desculpa e siga em frente. Ninguém é perfeito, é permitido ter erros vocais a certa altura, especialmente se já está a discursar há algum tempo.
  •             Ignore a reacção do público. Caso comecem a bocejar, a virar o olhar ou a mandar comentários de mau gosto, apenas mantenha-se concentrado no que está a fazer e continue até ao final. É assim que um profissional deve fazer, a não ser que hajam realmente distúrbios gravas na plateia, claro.

E são estes os principais pontos a ter em conta para fazer um comunicado. Como pode ver, não é nada fácil dominar estas técnicas e há pessoas que, mesmo com muito esforço, dificilmente chegam ao nível desejado. A verdade é que os melhores oradores conseguem fazê-lo sem precisar de se esforçar muito, é um dom natural, nasceram para  influenciar os outros com o dom da palavra. Mas também pode igualmente tentar equiparar-se a eles, desde que treine todos os dias sem falta.


Adicionar Comentário