Como aprender a vencer a timidez

Uma pessoa tímida é, com muita fre­quência, alguém que espera de si pró­prio actuações e comportamentos incompatíveis com a sua real personali­dade e que alia a essa exigência um excessivo medo do insucesso. Algumas

verificando o nível e ajustando com uma leve pancada algum tijolo que se apresente saliente.

Comece a fiada seguinte com mais tijolo. À medida que assenta cada fiada, pessoas pensam cjue deveriam sentir-se perfeitamente à vontade em qualquer situação social. Porém, quando ficam aquém dos padrões ideais que a si pró­prias impõem, sentem-se falhadas e incapazes de voltar a tentar relacionar–se com os outros.

Outras pessoas há que sentem uma necessidade quase compulsiva de agra­dar a toda a gente, o que é uma impos­sibilidade prática, e a menor rejeição, real ou imaginada, provoca-lhes profun­das perturbações.

Procure as causas da sua timidez.

Na maioria das pessoas, coexiste um misto de timidez e de confiança. O mesmo indivíduo pode sentir-se tímido perante certas situações ou pessoas e

completamente à vontade noutras cir­cunstâncias.

O primeiro passo para ultrapassar a timidez consiste em descobrir as suas causas reais. Durante cerca de uma semana, registe todas as situações em que se sentiu acanhado. Tome nota das pessoas envolvidas, das suas reacções, pensamentos e sentimentos, bem como do seu comportamento.

leia as suas notas algum tempo depois e verifique se delas emerge algum padrão. Que tipo de pessoas, situações ou assuntos o fez sentir-se acanhado? Quais foram os seus pensa­mentos, receios e sentimentos nessas circunstâncias? Porque reagiu desse modo?

Mude a sua atitude. Tente mudar os pensamentos ou sentimentos que estão na base da sua timidez. Se precisa de fazer uma pergunta ou de obter uma informação, pense com firmeza que as suas questões têm toda a razão de ser e que, como qualquer outra pessoa, tem o direito de ser informado.

Não se permita pensar, sob nenhum pretexto, que determinada pessoa não gosta de si. Diga a si próprio que, muito honestamente, você não sabe se assim e não faz sentido partir desse prin­cípio.

Tente modificar o seu comporta-mente) cm sociedade. Fale com con­fiança e olhe de frente o seu interlo­cutor.

Imagine come) gostaria ele se compor­tar em determinadas situações e pro­ceda em conformidade, mas não deses­pere se não for bem sucedido à pri­meira vez.

Aprenda a conversar. Experimente treinar novas práticas de conversação. Habitue-se a exprimir as suas ideias e sentimentos, pois isso estimula a conti­nuação da conversa.

Dê informações sobre si próprio. Faça perguntas que dêem azo a que o seu interlocutor não se limite a responder com uma ou duas palavras.

não receie utilizar o método mais óbvio de iniciar uma conversa: «Eu chamo-me … Vive aqui há muito tempo? Qual é a sua profissão?», pois resulta quase sempre.


Adicionar Comentário