8 orientações para poupar com um bebé

Hoje em dia, muitos sonhos são adiados pela falta de uma estabilidade financeira. No topo da lista está a constituição de família, pois ter dinheiro é das principais preocupações com o nascimento de um filho, pelo que o melhor é mesmo saber como poupar com um bebé.

São muitas as opções que se podem adotar para ajudar na manutenção do equilíbrio financeiro familiar, mesmo antes do nascimento do bebé.

Seguem-se algumas orientações para poupar com um bebé.

 

poupar-bebé

 

  1. Tratar do Abono de Família é deveras importante, pois vai ajudar a suportar as despesas com a chegada do bebé, e o Abono Pré-Natal também, ao longo da gravidez. É verdade que é exigida bastante papelada, mas poderá valer uma ajuda de entre 32 € a 130€ mensais, consoante o escalão a que se pertence.
  2. Outra questão que deve ser logo tratada é o infantário. É verdade que vai trazer um peso para as finanças, mas no caso de quem não tiver avós que possam ficar a tomar conta do bebé, então o melhor a fazer é ver as alternativas com antecedência dos infantários e creches públicas.
  3. Desde o início da gravidez que deverá guardar faturas de todos os encargos, desde os testes (como amniocentes), a exames ou suplementos que tem de tomar e fazer, pois poderão ser usados para descontos no IRS. Para quem não sabe, a mesma situação é aplicada a todas as despesas com internamento e parto, amas e infantários, mas apenas quando recibos existem, claramente. E isto importa, de facto, porque o Estado aceita 30% destas despesas, até 681,60€.
  4. Ainda no capítulo de preparativos para a chegada do novo membro da família, há mais questões a considerar, como é o exemplo de ter tudo o que é cama, berço, carrinho, alcofa em segunda mão. Considere comprar em segunda mão, pois como se tratam de coisas que os bébés usam durante pouco tempo, o que importa é o cumprimento das normas de segurança.
  5. Muitas coisas são demasiado caras, pelo que a solução está no falar com amigos ou familiares que tenham crianças maiores. Até pode ser que estejam à espera de uma desculpa para desocupar espaço nas suas casas. Assim, só estará a juntar o útil ao agradável.
  6. Um item essencial é o saco para o bebé. Na realidade, qualquer saco serve, desde que esteja limpo e seja resistente.
  7. Uma outra opção quando chegar a altura da higiene,  é optar pelo uso de luvas de pano embebidas em água morna, ao invés de se perder a conta à quantidade de pacotes de toalhitas que se gasta.
  8. Por fim, chega o bebé, e claro que queremos que esteja também entretido e que aprenda coisas novas. Mas saiba que, mesmo assim, é perfeitamente possível poupar com um bebé. Nos primeiros meses de vida, vai despertar a atenção de um bébé mais facilmente o papel de embrulho de um presente do que o presente em si.

Adicionar Comentário