Crianças      Desporto      Finanças      DIY      Lazer      Roupa      Saúde      Sociedade      Tecnologia      Turismo

Download 3 Ebooks Grátis

Como ler um rótulo

Conhecer o significado dos principais termos que constam dos rótulos dos suplementos ajuda-nos a tomar decisões sobre qual o suplemento que melhor nos serve. Os fabricantes são obrigados por lei a não ser enganosos acerca dos seus produtos, mas como não existem normas de informação no que respeita aos suplementos, é provável encontrarmos diferenças nas descrições dos produtos e outros pormenores dos rótulos.

Afirmações sobre benefícios para a saúde

Na sua maioria, os suplementos dietéticos à venda em Portugal são classificados como alimentos, o que restringe aquilo que pode afirmar-se sobre eles. Assim, é permitido um número limitado de afirmações sobre benefícios para a saúde, mas sugerir que determinado produto tem a propriedade de tratar, evitar ou curar qualquer distúrbio de saúde é proibido.
Certos produtos com uma licença emitida pelo Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (INFARMED) podem afirmar que têm efeitos sobre a saúde. Por isso, poderá ler num frasco de equinácea «produto vegetal tradicional para alívio dos sintomas de constipações e gripes», mas já as embalagens de vitamina C não vão, habitualmente, além de dizer que o produto «é importante para a saúde do sistema imunitário». Porém, se um produto de vitamina C for licenciado para o alívio de constipações, o rótulo pode conter essa informação. Existem no mercado suplementos vitamínicos licenciados — procure no rótulo o número de registo do INFARMED.

O significado de certos termos

Quantidade: O que a embalagem contém: o número de cápsulas ou comprimidos, o volume ou o peso.

«alta potência»: Esta expressão pode ser utilizada para comparar a potência de diferentes produtos de um mesmo fabricante, mas pode ser enganadora sem outras informações. É melhor verificar as quantidades dos ingredientes activos e compará-las com as de outros produtos.

INSTRUÇÕES DE USO: Instruções sobre a quantidade a tomar, conforme recomendado pelo fabricante. Inclui normalmente conselhos sobre quando e como tomar o produto — às refeições ou nos intervalos ou, por exemplo, com um copo de água. Se um produto for classificado como alimento, não deve referir «dose» nem «dosagem», palavras que sugerem utilização clínica.

INGREDIENTE:S Lista, exigida por lei, de tudo o que o suplemento contém por ordem decrescente de pesos. Os ingredientes incluem os aglutinantes, os espessantes, os revestimentos, os conservantes, os corantes e outras substâncias, incluindo as inertes.

PRECAUÇÕES: Aviso expresso de que, por exemplo, as grávidas ou os alérgicos à niacina não devem consumir o produto; ou de que deve consultar-se o médico se se encontra sob supervisão médica. Os avisos acerca dos perigos de se excederem as quantidades indicadas de vitamina A e ferro são obrigatórios por lei.

CRIANÇAS: Indicação de que todos os suplementos devem guardar-se fora do alcance das crianças. Se ingeridos em grande quantidade, alguns suplementos são tóxicos para as crianças.

CONSELHOS DE CONSERVAÇÃO: Indicações sobre a melhor forma de guardar o produto. Na embalagem, esta informação aparece a seguir ao prazo de validade ou referência a ele. Na sua maioria, os suplementos devem guardar–se num lugar fresco e seco, o que significa que não devem conservar-se no frigorífico ou num sítio em que a humidade possa danificados. No entanto, se o produto tiver de ser guardado no frigorífico depois de aberto, o rótulo deverá mencioná-lo.

DATA DE VALIDADE: Data até à qual pode esperar-se que o suplemento retenha toda a sua potência, desde que correctamente guardado. É uma garantia do fabricante de que o produto se manterá «fresco» até essa data.

NOME E LOCAL DA EMPRESA: O nome e morada do fabricante, embalador ou distribuidor. É a morada para onde escrever se se desejarem mais informações sobre o produto. Do rótulo pode também constar o número de telefone.

O QUE SIGNIFICA «FP»?

No rótulo de certos suplementos podem ler-se as letras FP. Trata-se da sigla de Farmacopeia Portuguesa, que é periodicamente elaborada por uma comissão de especialistas trabalhando em contacto com o INFARMED. Se determinada formulação ou composto são designados por FP, isso significa que foram preparados ou que a sua qualidade está de acordo com as normas da FP. Como muitos produtos são importados, é natural que encontre outras siglas, tais como BP (Britsh Pharmacopoeia) ou USP (United States Pharmacopoeia).

Sem Comentários para “Como ler um rótulo”

Deixe um Comentário:

Nome (obrigatório):
Mail (não será publicado) (required):
Website:
Comentário (obrigatório):
XHTML: Usted puede utilizar el siguiente: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Quero fazer uma pesquisa por: