Como fazer etiquetas personalizadas

Fazer etiquetas personalizadas é um processo simples e rápido, mas para o qual é preciso seguir certos passos para que o resultado seja aquilo que pretende.

Quer saber como fazer etiquetas personalizadas a um custo mínimo?

Então confira já abaixo o passo-a-passo.

 

etiquetas

 

Passo-a-passo etiquetas personalizadas

Em primeiro lugar, vai precisar de um computador, com um programa processador de texto. Vai precisar também de um papel de transferência e de um pedaço de tecido 100% algodão. Para a impressão das etiquetas personalizadas vai precisar de uma impressora.

No programa, escreva o texto que deseja colocar na etiqueta. O modo mais fácil para o fazer é criando uma caixa de texto, com o tamanho aproximado que pretende que a etiqueta tenha. Para uma etiqueta normal, bastará uma caixa de texto com 1,8cm de altura e 4,5cm de largura.

De seguida, escolha o tipo, cor e tamanho das letras, mas de modo a que ocupe o tamanho da caixa de texto e que não saia fora desta. Esta caixa serve como referência do tamanho final da etiqueta. Tenha também em atenção a altura da impressão.

 

etiquetas-roupas

 

O texto tem de ser impresso espelhado, caso contrário, quando passar para o tecido, vai aparecer invertido. Para tal vá às propriedades da impressora e opte por mirror image. Poderá testar primeiro numa folha de papel comum e, apenas quando estiver satisfeito, é que deverá imprimir no papel de transferência.

Caso queira aproveitar bocados do papel de transferência, deverá imprimir o texto, espelhado, numa folha de papel comum, colando com fita cola o papel de transferência exatamente em cima do texto impresso. De seguida, bastará inserir de novo o papel na impressora e pedir para imprimir novamente, o que vai fazer com que o texto seja impresso sobre o papel de transferência. Depois de impresso, recorte o texto.

Depois de imprimir as suas etiquetas personalizadas, é chegada a altura de passar com o ferro de engomar. Não se esqueça de ler as instruções do papel de transferência, para que não desperdice papel.

De seguida, coloque o pedaço de papel de transferência sobre o tecido, com o texto virado para baixo e passe o ferro de engomar por cima, com movimentos constantes e um pouco de pressão.

Algumas pessoas gostam de usar papel vegetal por cima, pois isso evita que o papel queime e fique amarelado, além de não prejudicar o tecido.

O próximo passo é retirar o papel e o texto já aplicado no tecido. Mas, se vir que o papel ainda se encontra muito pegado ao tecido, pare de puxar e recoloque na posição, passando mais um pouco com o ferro. Corte, então, o tecido por forma a deixar aproximadamente 1cm de cada lado do texto.

Dobre as laterais para trás, vincando bem o tecido. Dobre, ainda, a parte de cima, virando para trás, por forma a dar o formato de etiqueta.

Ao fazer etiquetas personalizadas, também há quem prefira colar por dentro com uma cola para tecidos, o que vai evitar que a parte da frente fique desalinhada com a de trás quando chegar a altura de costurar. Corte, então, o excesso, deixando uma folga para costurar.


2 comentários

  1. ivarlei 25 de Abril de 2013
  2. Sarah Souza Faria 22 de Outubro de 2014

Adicionar Comentário