Entrevista de emprego rápida

Com certeza já lhe terá acontecido sair de uma entrevista de emprego e de repente surge-lhe a dúvida acerca do seu desempenho perante o entrevistador / recrutador.

São normais as questões sobre se terá corrido bem ou não, pois em regra é a primeira coisa que nos salta à memória quando saímos da entrevista, em especial se a entrevista de emprego tiver sido rápida.

Dizem os especialistas em recrutamento que os detalhes de cada entrevistado são detalhes que devem ser analisados caso a caso no processo seletivo, mas é claro que existem indícios de que um candidato está mais perto de conseguir a oportunidade profissional a que se está a candidatar.

 

entrevista

 

Preste atenção

  • A primeira coisa a analisar é o tempo, que é bastante importante. Quer isto dizer que o recrutador pode pretender colocar desde cedo um ponto final na entrevista. Isto sim pode ser visto como negativo, ou seja, ser a entrevista de emprego rápida. Quando acontecer o contrário, pode ser sinal de que o perfil do candidato se enquadra nas pretensões e exigências do cargo.

Quer isto dizer que se a entrevista de emprego for rápida ou muito rápida, pode ser indicativo (em regra é) de que o candidato não possui todas as competências que a empresa requer e pretende na pessoa para preencher o cargo / vaga aberta. Uma entrevista de emprego curta ou com menos de 30 minutos não costuma ser muito bom auguro nem muito boa notícia ou indicativo. Pelo contrário, quando a entrevista tem mais de uma hora de duração, isso é um ótimo auguro, é excelente sinal. Mas não tem necessariamente de temer no caso da sua entrevista de emprego ser rápida, pois existem outros variados fatores envolvidos, como por exemplo, o próprio estilo do entrevistador / recrutador.

  • Um outro fator que pode ser utilizado, e não apenas quando uma entrevista de emprego é rápida, é o próprio conteúdo e abrangência das perguntas. De facto, de acordo com especialistas, pode ser um bom sinal quando o candidato consegue relatar os factos importantes do seu trajeto profissional para além de aspetos pessoais e objetivos de carreira.

Isto quer dizer que não é apenas pelo facto de uma entrevista de emprego ser rápida ou durar mais tempo que vai ser o motivo definidor do seu recrutamento ou não. Os recrutadores e entrevistadores perguntam coisas essenciais e, posteriormente, vão comparar as suas respostas com as de outros candidatos e candidatas, trocar impressões (no caso de se ter tratado de uma entrevista com mais do que uma pessoa), relatar as suas próprias impressões a outros responsáveis e interessados no recrutamento. É por esta altura que os recrutadores e entrevistadores irão escolher a pessoa que mora mais longe ou mais perto, a que tem mais ou menos problemas.


Adicionar Comentário