Microcrédito e outros tipos de financiamento

Microcrédito

O microcrédito É uma modalidade de empréstimo/financiamento para donos de pequenos negócios que precisam de dinheiro para desenvolver suas atividades. A solicitação pode ser feita individualmente ou por grupos de pessoas, os chamados grupos solidários.

A liberação de crédito depende de alguns fatores que vão ser avaliados pela figura do agente de crédito. Credenciado pela instituição bancária, o agente de crédito é quem avalia e faz o acompanhamento dos clientes. O papel dele é ter um contato próximo da comunidade para avaliar e até mesmo dar uma orientação sobre o pagamento e uso do microcrédito.

O importante é saber que o microcrédito pode variar entre R$ 200 e R$ 15.000, e é indicado para quem tem um pequeno negócio e precisa de dinheiro para promover melhorias, tais como: compra de estoque, reformas e ativos fixos (por exemplo: ferramentas, máquinas, patentes, imóveis, entre outros). Vale para qualquer tipo de negócio, como uma venda, quitanda ou ateliê de costura, por exemplo, sendo ele de pessoa física (sem CNPJ) ou de pessoa jurídica (com CNPJ).

Alguns empréstimos do tipo microcrédito funcionam com a participação de um avalista, ou seja, uma pessoa que vai garantir o pagamento do empréstimo caso a outra pessoa não tenha condições de pagar. É válido lembrar que é cobrada uma taxa de juros sobre o valor das parcelas.

Outros empréstimos funcionam em grupos (conhecidos como grupos solidários) ou duplas (conhecidas como duplas solidárias), podendo ser cada pessoa avalista de outra. Neste caso, todas as decisões sobre microcrédito devem ser tomadas em grupo e de comum acordo.

Cheque especial

É uma linha de crédito pré-aprovado para quem tem conta corrente. Também conhecida por “cheque especial“.
Se a sua conta ficar devedora, automaticamente você entra nesse limite do cheque especial e paga os juros sobre o valor negativo.
Se não tiver saldo para pagar os juros, assim que você tiver algum dinheiro em conta, ele será usado automaticamente para pagar a dívida do cheque especial.
A conta especial tem como objetivo atender a emergências ou imprevistos. Não deve ser utilizada para financiar compras, pois seus juros são mais elevados que outras opções de crédito.

Financiamento

Existem vários tipos de financiamento, dependendo da compra ou negócio a ser realizado, como o Crédito Direto ao Consumidor (CDC), ou Crédito Consignado (desconto direto do salário ou aposentadoria). São utilizados para a compra de bens e serviços de maior valor como eletrônicos, eletrodomésticos, reformas, viagens, veículos, ou até na compra da casa própria.

O banco empresta o dinheiro cobrando juros proporcionais ao tempo que você vai levar para devolver o dinheiro, bem como das garantias da operação. E se você atrasar o pagamento das parcelas, mais juros serão cobrados.


Adicionar Comentário