CRÉDITO À HABITAÇÃO COM TAXAS NÃO INDEXADAS VÁ JÁ RENEGOCIAR

Se têm um crédito com um contrato antigo com taxa de juro não indexada, isso significa que está a pagar um juro gigantesco em relação ao juro praticado pelo mercado actual.

 

Vá Já hoje mesmo renegociar o seu contrato de crédito à habitação, pois cada dia que passa está a perder muito dinheiro.

 

A oscilação das taxas não indexadas depende das decisões administrativas dos bancos. Trata-se de um tipo de taxa que (à excepção de um ou outro caso detectado nas Caixas Agrícolas) já não é usada em novos créditos. Subsiste, contudo, nalguns contratos antigos.

Tomemos como exemplo o período entre Janeiro de 1999 (mês do lançamento oficial do euro) e Dezembro de 2004. Durante estes meses, as taxas dos empréstimos concedidos aos bancos pelo Banco Central Europeu sofreram diversas variações, o que influenciou as taxas de mercado, entre elas, a de crédito. Porém, independentemente das taxas subirem ou descerem, várias instituições optaram por não alterar as taxas variáveis não indexadas. Tal originou situações desajustadas e lesivas dos interesses dos consumidores. Enquanto as taxas indexadas subiam e desciam, as não indexadas permaneciam muito altas.

Se o seu contrato de crédito ainda está sujeito a taxas de juro não indexadas, peça ao banco para alterar o contrato para um regime com taxas de juro indexadas à Euribor.

 


Adicionar Comentário