Dicas Para Fazer Pipoca

Uma boa acompanhante no cinema, ou mesmo num filminho aconchegante em casa. Dificilmente encontramos alguém que não goste, e pode-se ser feita de várias formas.

Hoje aprenderemos como fazer pipoca, e principalmente sem queimar.

Não existem dados corretos de quando datam o surgimento da pipoca, ou mesmo quem seria seu criador.

Os mais próximos indícios mostram que provavelmente as populações americanas possam ter sido o primeiro povo a experimentá-la, pois o milho em si fazia parte de muitas de suas dietas.

Em algumas pesquisas relacionadas, apontam que o surgimento da pipoca surgiu no cozimento do milho inteiro, sendo deixa próximo do calor das fogueiras.

Somente depois disso, que o milho foi previamente separado para o preparo da pipoca.

Até este momento ainda não havia sido empregado o uso do sal e da manteiga em seu preparo, os nativos americanos costumavam empregar ervas em seu lugar.

Em alguns povos, o milho era muito importante e empregado em demasia na alimentação, acredita-se que era fortemente vinculado a divindades.

Conforme algumas tradições acredita-se que existia um espírito dentro do grão e quando o mesmo estourava no fogo, era quando o espírito estava irritado.

Mas na verdade o processo de transformação do milho em pipoca ocorre porque todo grão armazena uma quantidade muito pequena de água, mas armazena.

Assim quando aquecemos, essa água vira vapor e exerce uma pressão que estoura o milho.

Normalmente a pipoca não leva muita manteiga ou sal e é uma fonte de baixas calorias e rica em proteínas, fibras e ferro.

Dicas Para Fazer Pipoca

 

Como Fazer Uma Boa Pipoca Sem Queimar

Quem nunca queimou a pipoca, antes do filminho. Pois abaixo seguem dicas para evitar esse transtorno.

  • Procure utilizar óleo com colesterol baixo.
  • Espalhe o óleo no fundo e coloque três grãos e espere estourar.
  • Quando o terceiro grão estourar, retire a panela e adicione o restante do milho.
  • Aguarde 30 segundos e pronto!

O truque é a espera, pois assim todos os grãos adquirem a mesma temperatura e assim estourando por igual.

Outro ponto a ser notado é que os grãos devem preencher todo o fundo da panela sem um ficar por cima do outro. Assim evitamos queimar a pipoca.

Dicas Para Fazer Pipoca

 

Sabor De Pipoca

Existem vários sabores para pipoca. Tanto salgadas (sal, manteiga, queijo, ervas finas, etc.) e doces (chocolate, açúcar, creme, etc.)

Por exemplo, quando queremos o sabor de manteiga na pipoca, como a de cinema, que fica até amarelinha por cima.

Devemos utilizar manteiga derretida e não margarina, após a pipoca estar estourada devemos borrifar ou derramar aos poucos a manteiga quente por cima dos grãos.

Existe também sal específico para pipoca, pois é mais fino e adere mais, e podemos juntar após adicionar a manteiga quente.

No caso da doce, é só fazer uma mistura de açúcar junto ao óleo que iremos estourar a pipoca e a “mistura” grudara nos grãos.

 

 


Adicionar Comentário