Cuidados ao vender o seu ouro usado

Conheça os principais cuidados a ter antes de vender o seu ouro usado. Um dos principais activos que se pode comprar em momentos de crise económica é o ouro, portanto saiba que existem muitas empresas e particulares interessados na sua venda de ouro usado.

A economia leva muitas pessoas a ter de vender os seus bens pessoais, mais especificamente os bens de ouro. Apesar de usado, pode ainda render um bom dinheiro, basta saber onde ir e como agir.

Precisa de ter imensa atenção ao vender o seu ouro, pois a falta de cuidados e conhecimentos pode fazer com que não ganhe grande coisa.

Ao consultar um especialista, este irá fazer uma avaliação rigorosa e conceder uma classificação da sua peça, assim como um valor monetário.

Aqui aparece logo a dica número 1: Consulte pelo menos 3 especialistas para avaliar o seu ouro usado.

avaliar o seu ouro

Estes são alguns dos critérios exigidos para a avaliação da sua peça de ouro usada

  • Tipo de peça
  • Antiguidade da peça
  • Peso da peça
  • Estado de conservação
  • Pureza do ouro

Como vender o seu ouro usado por um preço justo

Embora as avaliações sejam gratuitas, deve proceder de uma certa maneira de forma a garantir a sua segurança e a venda de ouro usado por um preço justo. Estes são alguns dos cuidados a ter antes de iniciar qualquer venda de ouro:

  • Peça uma avaliação a diversas ourivesarias/especialistas na compra e venda de ouro usado, isto para que não acabe com quantias injustas
  • Se a peça de ouro for muito antiga ou muito rara, responda com calma às perguntas que lhe fizerem. Há sempre o risco de ser roubada, logo ninguém pode correr riscos, incluindo o comprador.
  • Certifique-se de que as suas peças não são trocadas por peças mais leves. No que toca a ouro, o peso é quivalente ao seu valor e aqui estaria a ser enganado
  • Entre em várias lojas de compra e venda de ouro usado para ter a certeza que lhe estão a atribuir a cotação do ouro correta. Visite pelo menos 3 lojas de compra e venda de ouro usado antes de tomar as suas decisões de venda
  • Pergunte acerca da avaliação das peças, do comprador, dos critérios e utilize sempre os mesmos termos dos avaliadores. Isto ajuda a tornar o negócio umn pouco mais claro e profissional para ambos.
  • Tente vender o ouro usado em ourivesarias em vez de ir a lojas especializadas de compra e venda de ouro
  • Nunca se mostre muito interessado ao comprador. Ele poderá aproveitar-se do seu desespero/interesse para lhe surgerir um valor bastante injusto
  • Leve as peças pesadas de casa para ter uma noção do que pode render. Isto com todo o cuidado posssível, claro. Convém não se saber o que carrega consigo
  • Peça um recibo da venda. Qualquer problema que surja, é disto que vai precisar para reverter o processo

Nunca é demais tomar muitas precauções; afinal de contas, estamos a falar de ouro e precisa que renda o mais possível e sem quaisquer prejuízos desnecessários.

Em relação a locais de compra e venda de ouro usado, são mais do que aparentam: tem as casas de penhoras, embora por vezes possam ser um pouco mesquinhas na avaliação do ouro e só se irão aproveitar de si; tem as lojas de compra e venda de ouro, que se encontram a expandir mais e garantem-lhe boas quantias; e tem as ourivesarias e joalharias, ainda mais profissionais em relação ás outras e nas quais poderá lucrar bastante, pois poderão avaliar não só o peso do ouro mas também a arte da jóia.

Se precisar realmente de dinheiro, não hesite em vender todo o ouro que não necessitar; não lhe irá servir de nada conservar algo se não tiver sequer condições para viver. Esperamos que estas dicas o ajudem a fazer com que consiga mais dinheiro ao vender o seu ouro usado.


Adicionar Comentário