Como poupar nas portagens

Quem não dá voltas à cabeça na hora de viajar e tentar perceber como poupar nas portagens? Não se trata apenas das viagens de longo curso, como de Lisboa ao Porto, mas mesmo dentro de um distrito.

Infelizmente, todos somos alvo da necessidade de , alguma forma, serem pagos os investimentos feitos na construção de auto-estradas.

Como sabemos, até há bem pouco tempo era possível circular nas SCUT sem termos de pagar e ser portajados. Por exemplo, a A29 e a A17 eram ótimas opções à A1, permitindo uma poupança de quase cinco euros numa viagem entre Lisboa e Porto.

Assim, como poupar nas portagens e mesmo fugir a elas é um puro exercício que se pode revelar interessante. Por exemplo, se vai com frequência ao Algarve, circule pelo IC1. É certo que é algo que muitos não apreciam, mas consegue perfeitamente circular a 90km/hora de modo constante, além de que no interior existem poucos limites de velocidade. No total, conseguirá poupar cerca de 16€ se sair na Marateca e faça o restante do percurso pelo IC1. Caso prefira evitar esse troço inicial, saia em Grândola Sul, mas aí apenas poupará cerca de metade.

Claro que ao saber como poupar nas portagens, não poupará em tempo. Os percursos alternativos às portagens implicam mais uma hora de viagem, em geral. Mas no caso de uma viagem para o Algarve for para Albufeira ou Portimão, ainda pode sair beneficado, mas se for para o lado do sotavento algarvio, o tempo que perde é, de facto, ainda maior.

Tire proveito das aplicações dos smartphones ou tablets, que permitirão poupar nas portagens. Através delas poderá descobrir percursos alternativos. Existe um ótimo link que lhe vai ajudar no modo como poupar nas portagens:
aplicação para android que o ajuda a poupar nas portagens

Considere uma viagem de ida e volta de Santarém a Castro Marim, por exemplo. O itinerário que por que poderá optar é Almeirim, Coruche, Montemor-O-Novo, Évora, Beja, Mértola, Alcotim e, finalmente, Castro Marim. As estradas são bastante boas e entre Évora e Beja estão mesmo a alargar as estradas e a repavimentá-las. Será apenas na zona de Mértola que existem mais curvas.

poupar nas portagens
Faça as contas e veja como poderá ter poupado o percurso em cerca de 100 quilómetros e, além disto, se não fôr com pressa, poderá também poupar no combustível, além de ter ficado a saber como poupar nas portagens.

Optar por percursos alternativos pode nem sempre ser uma experiência a repetir com muita frequência, mas sempre que puder, opte por evitar as auto-estradas. Não só vai com mais calma, como pode aproveitar para ver as paisagens e, claro, estará a poupar nas portagens.

Um outro modo que tem para saber como poupar nas portagens é numa viagem entre Lisboa e Algarve. Opte por viajar pela Nacional e poupará cerca de 17 euros para cada lado.
Será, de facto, praticamente impossível de ter uma viagem com uma duração do máximo de quatro horas se quiser poupar nas portagens.

Numa viagem para o Porto, é com alguma facilidade que poderá fazer o troço entre Santarém e Torres Novas em 40 minutos. Daí para Coimbra era possível fazer bem indo pelo IC3, mas agora com o pagamento das ex-SCUT, optar pela A23 torna-se inglório neste objetivo de poupar nas portagens.

Mas conseguirá fazer o percurso entre Torres Novas e Leiria sem preocupações, o problema é depois até Coimbra, em que os percursos não são, de todo, convidativos. Apesar disto, pode poupar nas portagens sem grandes demoras, entre Coimbra e Aveiro e demorando cerca de 90 minutos.


3 comentários

  1. Nuno André 17 de Março de 2013
  2. Dadinha Xavier 31 de Janeiro de 2014
  3. Filipe Campanico 17 de Novembro de 2015

Adicionar Comentário