Como poupar em comida

A comida é dos bens mais essenciais a adquirir, especialmente daqueles que vivem tranquilamente uma vida independente.

Agora, se o ordenado for reduzido, torna-se mais complicado conciliar os gastos de comida com os da água, gás, electricidade, entre outros. Torna-se necessário encontrar estratégias para reduzir os gastos em comida e ainda manter a sua abundância em casa.

Confira as próximas dicas e saiba como poupar em comida.

 

poupar-comida

 

Dicas de poupança

Primeiro que tudo, estabeleça um orçamento a nível diário, semanal, mensal e anual, tendo em conta as várias contas e o valor do seu ordenado. Se tiver a ajuda de familiares para cada um dos gastos, considere-os também e faça as devidas contas.

No supermercado, preste bem atenção ás secções. Os produtos mais caros são colocados estrategicamente ao nível do olhar de forma a persuadi-lo a comprar esses mesmos itens, ao invés dos mais baratos. Sendo assim, analise sempre com cuidado tudo o que o rodeia.

Compare os preços de todos os super e hipermercados que conseguir. Por vezes, a diferença tanto pode ser mínima como enorme. Perca algum tempo com este processo e em breve conseguirá um bom plano de compras. Uma boa forma de fazer isto é recolher os panfletos informativos e aí ver tudo com calma em casa.

Verifique se os produtos se encontram em promoção e compre-os nessa mesma altura. Normalmente estes períodos não duram muito, por isso vale a pena aproveitar.

Além disso, compre sempre em grandes quantidades a fim de conseguir permanecer abastecido durante uns tempos. Melhor isso que andar a caminhar para o supermercado todo o santo dia. Se puder, compre para todo o mês, fazendo uma longa lista de antecedência.

Em casa, poupar a comida o mais que puder, cozinhe sempre nas quantidades certas para que não desperdice comida e a mantenha até o fim do mês, ou talvez até depois disso.

Aproveite sempre os restos de comida. Não vale a pena estragar boa comida e ter de ir comprar mais por meros caprichos.

Aprenda técnicas de culinária que lhe permitam cozinhar para bastantes pessoas utilizando o mínimo de porções possível. Ninguém ficará insatisfeito e sobrará mais comida para mais tarde. No entanto, tente não sacrificar a qualidade dos pratos.

Varie os locais onde compra. Pode ser que um sítio tenha determinados produtos mais baratos que o outro, enquanto que os restantes já são mais caros. Isto pode levar algum tempo a analisar mas, no final, a sua carteira agradece.

Adquira produtos que possam ser feitos uma e outra vez. Desta forma poderá manter o mesmo produto ao longo dos dias sem ter de o ir comprar constantemente, evitando assim custos extra.

Estas são algumas das estratégias a ter em conta, especialmente se o seu ordenado não é do melhor. Pior ainda, há quem suba os preços devido á recessão, por isso fique bem atento  a todos os produtos em seu redor.

Considere mesmo tomar o processo todo de forma a parecer um negócio, e não apenas uma questão de sobrevivência. Afinal de contas, precisa de pôr tudo a funcionar adequadamente, sem erros, sem gastos desnecessários.


Adicionar Comentário